Busca avançada
Ano de início
Entree
(Referência obtida automaticamente do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores.)

FM listening evaluation for children: adaptação para a língua portuguesa

Texto completo
Autor(es):
Regina Tangerino de Souza Jacob [1] ; Samira Vilela Molina ; Raquel Beltrão Amorim [3] ; Maria Cecília Bevilacqua [4] ; José Roberto Pereira Lauris [5] ; Adriane Lima Mortari Moret [6]
Número total de Autores: 6
Afiliação do(s) autor(es):
[1] USP. Faculdade de Odontologia de Bauru. Departamento de Fonoaudiologia
[3] USP. Faculdade de Odontologia de Bauru
[4] Universidade de São Paulo. Hospital de Reabilitação de Anomalias Crâniofaciais. Centro de Pesquisas Audiológicas
[5] USP. Faculdade de Odontologia de Bauru. Departamento de Odontopediatria, Ortodontia e Saúde Coletiva
[6] USP. Faculdade de Odontologia de Bauru. Departamento de Fonoaudiologia
Número total de Afiliações: 6
Tipo de documento: Artigo Científico
Fonte: Rev. bras. educ. espec.; v. 16, n. 3, p. 359-373, 2010-12-00.
Resumo

INTRODUÇÃO: A inclusão do deficiente auditivo na escola é assegurada pelo poder público no Brasil por documentos oficiais e o sistema FM é um instrumento da tecnologia assistiva que o professor deve ter acesso. OBJETIVO: traduzir e adaptar para a Língua Portuguesa o questionário FM Listening Evaluation for children. MÉTODOS: A tradução e adaptação do questionário FM Listening Evaluation incluíram a tradução para o idioma português, adaptação lingüística e revisão das equivalências gramatical e idiomática e adaptação; também foi avaliada a reprodutibilidade intra-pesquisadores. O questionário foi aplicado nos professores e na fonoaudióloga de 12 crianças de sete a treze anos deficientes auditivas, usuárias de Aparelho de Amplificação Sonora Individual e adaptadas com sistema FM. RESULTADOS: A tradução e adaptação do questionário resultaram no novo inventário:AVALIAÇÃO DO SISTEMA FM, apresentando diferença significativa entre os resultados de ruído e: via auditiva e silêncio; - distância e: via auditiva e silêncio; - via auditiva e: ruído, distância e silêncio; - silêncio e: ruído, distância e via auditiva. Houve diferença significativa sem e com o Sistema FM, sendo que neste a pontuação foi sempre maior. Na comparação intrapesquisadores evidenciou-se diferença significativa entre: pontuação total com FM; via auditiva sem FM e ruído com FM. CONCLUSÃO: O questionário Avaliação do Sistema FM foi considerado um instrumento confiável para verificação e acompanhamento dos benefícios do Sistema FM podendo favorecer assim o processo de inclusão escolar do aluno deficiente auditivo. (AU)

Processo FAPESP: 07/07599-4 - Efetividade do sistema FM em crianças deficientes auditivas
Beneficiário:Regina Tangerino de Souza Jacob
Modalidade de apoio: Auxílio à Pesquisa - Regular