Busca avançada
Ano de início
Entree
(Referência obtida automaticamente do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores.)

Anfíbios do Estado de São Paulo, Brasil: conhecimento atual e perspectivas

Texto completo
Autor(es):
Denise de Cerqueira Rossa-Feres [1] ; Ricardo Jannini Sawaya [2] ; Julián Faivovich ; João Gabriel Ribeiro Giovanelli [4] ; Cinthia Aguirre Brasileiro [5] ; Luis Schiesari [6] ; João Alexandrino [7] ; Célio Fernando Baptista Haddad [8]
Número total de Autores: 8
Afiliação do(s) autor(es):
[1] Universidade Estadual Paulista - Brasil
[2] Universidade Federal de São Paulo. Departamento de Ciências Biológicas - Brasil
[4] Universidade Estadual Paulista - Brasil
[5] Universidade Federal de São Paulo. Departamento de Ciências Biológicas - Brasil
[6] Universidade de São Paulo. Escola de Artes, Ciências e Humanidades, Gestão Ambiental - Brasil
[7] Universidade Federal de São Paulo. Departamento de Ciências Biológicas - Brasil
[8] Universidade Estadual Paulista - Brasil
Número total de Afiliações: 8
Tipo de documento: Artigo Científico
Fonte: Biota Neotropica; v. 11, p. 47-66, 2011-12-00.
Resumo

A última lista de espécies do Estado de São Paulo foi atualizada, totalizando 236 espécies de anfíbios, das quais 230 são anuros e seis são Gymnophiona. Foram removidos da lista Bokermannohyla gouveai e Sphaenorhynchus surdus por não ocorrerem no Estado de São Paulo. O número de espécies de anuros registrado representa 27% da riqueza de espécies do país e um aumento de 31% em relação ao número de espécies registradas para o Estado em 1998, demonstrando que, a despeito do Estado de São Paulo ser a região brasileira onde os anuros foram mais estudados, o número de espécies conhecidas deve aumentar nos próximos anos. Foram evidenciadas duas lacunas geográficas importantes: a região sudoeste do Estado, principalmente na bacia hidrográfica do rio Paranapanema e a região nordeste, principalmente na divisa entre os Estados de Minas Gerais e São Paulo. Apesar de ambas terem sido amostradas recentemente, ainda há carência de informações. O estado atual do conhecimento e perspectivas nas áreas de taxonomia, sistemática, ecologia e conservação são avaliados. (AU)

Processo FAPESP: 01/13341-3 - Diversidade de anfíbios anuros do estado de São Paulo
Beneficiário:Célio Fernando Baptista Haddad
Linha de fomento: Auxílio à Pesquisa - Programa BIOTA - Temático
Processo FAPESP: 04/04820-3 - Fauna e flora de fragmentos florestais remanescentes no Noroeste paulista: base para estudos de conservação da biodiversidade
Beneficiário:Orlando Necchi Junior
Linha de fomento: Auxílio à Pesquisa - Programa BIOTA - Temático
Processo FAPESP: 08/57939-9 - Impactos da expansão da agroindústria da cana-de-açúcar sobre comunidades aquáticas
Beneficiário:Luis Cesar Schiesari
Linha de fomento: Auxílio à Pesquisa - Programa BIOEN - Jovens Pesquisadores
Processo FAPESP: 05/52727-5 - Biogeografia, filogeografia e diversificação de anuros endêmicos da Mata Atlântica do Brasil
Beneficiário:João Miguel de Barros Alexandrino
Linha de fomento: Auxílio à Pesquisa - Jovens Pesquisadores
Processo FAPESP: 08/50928-1 - Especiação de anfíbios anuros em ambientes de altitude
Beneficiário:Célio Fernando Baptista Haddad
Linha de fomento: Auxílio à Pesquisa - Temático
Processo FAPESP: 08/54472-2 - Diversidade, distribuição e conservação da herpetofauna do estado de São Paulo
Beneficiário:Ricardo Jannini Sawaya
Linha de fomento: Auxílio à Pesquisa - Jovens Pesquisadores