Busca avançada
Ano de início
Entree
Conteúdo relacionado
(Referência obtida automaticamente do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores.)

“ Acompanho o Meu Partido ”: Organização Partidária e Comportamento Legislativo no Brasil

Texto completo
Autor(es):
Pedro Floriano Ribeiro [1] ; Luís Locatelli [2] ; Pedro Paulo de Assis [3]
Número total de Autores: 3
Afiliação do(s) autor(es):
[1] Universidade Federal de São Carlos. Departamento de Ciências Sociais. Programa de Pós-Graduação em Ciência Política - Brasil
[2] Fundação Getúlio Vargas. EAESP - Brasil
[3] Universidade Federal de São Carlos - Brasil
Número total de Afiliações: 3
Tipo de documento: Artigo Científico
Fonte: Dados; v. 65, n. 4 2022-05-16.
Resumo

RESUMO Componentes centrais no funcionamento dos governos partidários, a unidade e disciplina das bancadas são geralmente explicadas a partir de fatores macro institucionais e variáveis endógenas ao legislativo. No entanto, os parlamentares são eleitos por meio de listas partidárias – abertas, no caso brasileiro, – e há diferenças entre seus partidos em termos de estrutura decisória e robustez organizacional. O artigo analisa os impactos da democracia interna e da força organizacional dos partidos (filiados, receitas e diretórios) sobre a unidade e a disciplina das bancadas na Câmara dos Deputados. Os resultados da análise multivariada sugerem que quanto menos democráticos são os partidos, e quanto mais robustas são as organizações, maiores serão as taxas de unidade e disciplina das bancadas. A força da organização partidária indica aos parlamentares quais são as consequências potenciais (volume de recursos) de comportamentos desertores, enquanto o nível de centralização e democracia interna afeta a eficácia dos mecanismos de enforcement para punição ou recompensa dos membros das bancadas (acesso aos recursos). Os achados sugerem que as diferenças organizacionais entre os partidos podem estar associadas a diferentes níveis de unidade e lealdade verificados na arena parlamentar. (AU)

Processo FAPESP: 17/21519-5 - Desenvolvimento socioeconômico, instituições e partidos: explicando a party membership na América Latina
Beneficiário:Pedro José Floriano Ribeiro
Modalidade de apoio: Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo FAPESP: 19/25865-0 - Organizando a democracia: máquinas partidárias, eleições e voto no Brasil
Beneficiário:Luís Gustavo Bruno Locatelli
Modalidade de apoio: Bolsas no Brasil - Doutorado
Processo FAPESP: 18/19925-8 - Explicando a filiação partidária em democracias novas e antigas: variáveis institucionais e do lado da demanda
Beneficiário:Pedro José Floriano Ribeiro
Modalidade de apoio: Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo FAPESP: 17/15173-9 - Sobrevivendo ao jogo: estratégias e trajetórias partidárias no Brasil
Beneficiário:Pedro Paulo Ferreira Bispo de Assis
Modalidade de apoio: Bolsas no Brasil - Doutorado