Busca avançada
Ano de início
Entree
(Referência obtida automaticamente do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores.)

Racionalidade econômica, transição para o trabalho livre e economia política da abolição: a estratégia campineira (1870-1889)

Texto completo
Autor(es):
Rodrigo Goyena Soares
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Artigo Científico
Fonte: História; v. 39, p. -, 2020.
Assunto(s):Economia política   Abolição da escravidão (1888)   Racionalidade
Resumo

Resumo As últimas décadas do Império testemunharam o advento de um núcleo de cafeicultores paulistas que vislumbrou na crise da escravidão uma janela de oportunidades para ampliar os negócios econômicos e a participação na administração pública nacional. Embora se valesse de mão de obra cativa, esse núcleo, de origem campineira, compreendeu que a abolição, caso remediada pela imigração em São Paulo, fragilizaria a cafeicultura escravocrata rival - sobretudo a fluminense. Adotou-se uma política de paciência estratégica, que se dava como forma de evitar rupturas com os correligionários da lavoura paulista e como maneira de aguardar a precipitação dos acontecimentos. Os acenos do núcleo ao abolicionismo, paradoxalmente, deram-se num cenário em que o uso da mão de obra servil não era economicamente arcaico. Mediante levantamento de fontes primárias relativas ao custo da produção cafeeira, concluiu-se que a lucratividade do trabalho cativo não destoava dos ganhos próprios ao sistema livre de produção. A adesão da lavoura campineira à abolição, portanto, não foi uma opção oriunda da planilha contábil de cada fazenda. Tratou-se, conforme ratifica a correspondência entre campineiros, de uma equação de economia política que tinha como fatores o movimento abolicionista, o desmantelamento da cafeicultura rival e o ganho de espaço na administração pública. (AU)

Processo FAPESP: 20/04324-9 - História (São Paulo)
Beneficiário:Paulo Cesar Goncalves
Linha de fomento: Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Periódico
Processo FAPESP: 17/12748-0 - Do Paraguai à República: os militares, as classes médias e a crise do Império.
Beneficiário:Rodrigo Goyena da Silveira Soares
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado