Busca avançada
Ano de início
Entree


Portais da juventude e redes sociais: iniciativas de comunicação pública como meio de engajamento e participação

Texto completo
Autor(es):
Kátia Viviane da Silva Vanzini
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Tese de Doutorado
Imprenta: Artes. 2019-06-05.
Instituição: Universidade Estadual Paulista (Unesp). Faculdade de Arquitetura. Artes. Comunicação e Design. Bauru
Data de defesa:
Orientador: Danilo Rothberg
Resumo

A despeito da multiplicação de realizações de comunicação pública digital dirigidas ao público jovem, nota-se a escassez de pesquisas que avaliem sistematicamente sua performance na disseminação de informações relevantes e seu potencial para promover participação e engajamento. Esta pesquisa traz uma contribuição para preencher essa lacuna, ao trazer respostas para a seguinte questão de pesquisa: as tecnologias de informação e comunicação têm contribuído para que o jovem possa exercer seu direito à informação e comunicação sobre políticas públicas, provendo oportunidades para assimilar informações relevantes, participar e interagir em fluxos de comunicação democrática? O objetivo geral da pesquisa foi produzir conhecimento científico sobre a adequação de estratégias de gestão da comunicação pública governamental em portais web de governo e redes sociais oficiais em relação a seu potencial de atendimento do direito à informação e comunicação sobre gestão pública. Os objetivos específicos incluíram: a) avaliar a qualidade da informação sobre políticas públicas da juventude em portais web de governo e verificar se os conteúdos disponíveis oferecem subsídios abrangentes de acordo com categorias específicas de informação; b) verificar se processos e estratégias de comunicação pública empregados em redes sociais oficiais apresentam potencial para favorecer o diálogo entre jovens e governos; c) analisar se os espaços de conversação existentes nas redes sociais oficiais favorecem qualidades desejáveis à deliberação pública; d) a partir dos resultados obtidos e interpretados à luz da literatura especializada, refletir se as realizações de comunicação pública digital apresentaram potencial para favorecer a participação democrática e o engajamento social dos jovens, além de sugerir sugestões de aperfeiçoamento. Os resultados indicam insuficiências e oportunidades de aperfeiçoamento em portais web de governo e páginas oficiais de governos e partidos políticos em redes sociais (AU)