Busca avançada
Ano de início
Entree


Analysis of the virulence of Candida albicans biofilms developed under different conditions

Texto completo
Autor(es):
Yuri Wanderley Cavalcanti
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Tese de Doutorado
Imprenta: Piracicaba, SP.
Instituição: Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Faculdade de Odontologia de Piracicaba
Data de defesa:
Membros da banca:
Wander José da Silva; Raphael Freitas de Souza; William Custodio; Cinthia Pereira Machado Tabchoury; Valentim Adelino Ricardo Barão
Orientador: Wander José da Silva; Altair Antoninha Del Bel Cury
Resumo

A prevalência das infecções por Candida é elevada; logo, melhor compreensão dos mecanismos de desenvolvimento do biofilme é necessária para a redução da virulência e apropriado manejo clínico. Objetivou-se analisar a virulência de biofilmes de Candida albicans desenvolvidos sob diferentes condições. O papel das superfícies de biomateriais, da película salivar, e do estágio de desenvolvimento dos biofilmes foi avaliado no Capítulo 1. A influência da presença de outros microrganismos na virulência de C. albicans e na interação com o epitélio foi avaliada no Capítulo 2. O papel da atmosfera e da população bacteriana dos biofilmes foi investigado no Capítulo 3. No Capítulo 1, biofilmes de C. albicans foram desenvolvidos sobre discos de resina acrílica e titânio recobertos com película de saliva, ou de saliva com plasma. A superfície dos materiais foi analisada quanto a rugosidade e energia livre de superfície (ELS). Avaliou-se o número de microrganismos viáveis, a concentração de DNA, a atividade metabólica, a expressão de fatores de virulência e a estrutura dos biofilmes. Não houve diferenças quanto a rugosidade das superfícies. A película minimizou as diferenças entre a ELS dos materiais, sendo maior ELS observada para películas de saliva com plasma. O número de microrganismos viáveis, a concentração de DNA e a atividade metabólica aumentaram ao longo da maturação do biofilme. Maior atividade metabólica, maior expressão de ALS1, ALS3 e HWP1, e maior número de hifas foram verificados em biofilmes desenvolvidos na presença de película de saliva com plasma. Não houve diferenças entre os materiais. Concluiu-se que a presença de plasma na película salivar aumenta a virulência de C. albicans. No capítulo 2, biofilmes maduros (72 h) de C. albicans, e de C. albicans com bactérias, foram desenvolvidos sobre a superfície de resina acrílica. Esses biofilmes foram então analisados ou utilizados para infectar um modelo de epitélio oral humano reconstituído (RHOE). Avaliou-se o número de hifas e a expressão de fatores de virulência. A resposta epitelial foi avaliada por meio da expressão de IL-18 e Dectin1, da atividade da enzima lactato-desidrogenase (LDH), e a invasão epitelial. Maior número de hifas e maior expressão de HWP1, SAP4 e SAP6 foram verificados em biofilmes multi-espécie desenvolvidos sobre o acrílico. Biofilmes multi-espécies que infectaram o RHOE também apresentaram maior número de hifas e maior expressão de ALS3, EPA1, SAP6 e HWP1. Consequentemente, esses epitélios apresentaram maior invasão tecidual, maior atividade de LDH e maior expressão de IL-18. Concluiu-se que a presença de bactérias aumenta a virulência e patogenicidade de C. albicans. No capítulo 3, biofilmes de C. albicans e de C. albicans com estreptococos foram desenvolvidos sobre titânio em atmosfera de aerobiose e anaerobiose. Biofilmes de C. albicans (com ou sem estreptococos) também foram desenvolvidos na presença de Porphyromonas gingivalis, em anaerobiose. Avaliou-se a formação de hifas e a expressão de fatores de virulência. A atmosfera de anaerobiose e o co-cultivo com estreptococos geraram maior número de hifas e maior expressão de fatores de virulência. Embora P. gingivalis tenha inibido a virulência de C. albicans em biofilmes duo-espécies, esse efeito foi revertido na presença de estreptococos. Concluiu-se que a atmosfera de anaerobiose e a presença de estreptococos estimulam a virulência de C. albicans (AU)

Processo FAPESP: 12/07436-6 - Análise da virulência de biofilmes de Candida albicans desenvolvidos sob diferentes condições
Beneficiário:Yuri Wanderley Cavalcanti
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Doutorado Direto