Busca avançada
Ano de início
Entree

Paulo Sérgio Boggio

CV Lattes ORCID Google Scholar Citations


Instituto Presbiteriano Mackenzie. Universidade Presbiteriana Mackenzie (UPM). Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS)  (Instituição-sede da última proposta de pesquisa)
País de origem: Brasil

Possui graduação em Psicologia pela Universidade de São Paulo (1998), especialização em Neuropsicologia pela divisão de Neurologia da FM-USP, mestrado em Psicologia (Psicologia Experimental) pela Universidade de São Paulo (2004) e doutorado em Psicologia (Neurociências e Comportamento) pela Universidade de São Paulo (2007). Coordena o Laboratório de Neurociência Cognitiva e Social. É Professor do Programa de Pós-Graduação em Distúrbios do Desenvolvimento e do Curso de Psicologia da UPM e coordena a especialização em Neurociências e Psicologia Aplicada. Em 2011, foi eleito Membro Afiliado da Academia Brasielira de Ciências (2011-2015). É Pesquisador Produtividade em Pesquisa do CNPq 1C. Editor associado do periódico internacional Social Neuroscience. Tem experiência na área de Psicologia, com ênfase em Neurociência Cognitiva, Social e Afetiva. Tem experiência com o uso de técnicas não-invasivas de estimulação cerebral, eletroencefalografia de alta densidade, neuroimagem por espectroscopia funcional de infravermelho próximo, entre outras técnicas. (Fonte: Currículo Lattes)

Matéria(s) publicada(s) na Revista Pesquisa FAPESP sobre o(a) pesquisador(a):
Eficácia de cada país no combate à Covid-19 reflete senso de coletividade 
Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o(a) pesquisador(a)
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)
Auxílios à pesquisa
Bolsas no país
Apoio FAPESP em números * Quantidades atualizadas em 19/11/2022
Colaboradores mais frequentes em auxílios e bolsas FAPESP
Contate o Pesquisador

Este canal da BV/FAPESP deve ser utilizado tão somente para mensagens, referentes aos projetos científicos financiados pela FAPESP.


 

 

 

 

Palavras-chave utilizadas pelo pesquisador
Videos relacionados aos auxílios à pesquisa e bolsas

Cientistas e estudantes debatem bases neurobiológicas das emoções


Publicado em 23 de agosto de 2018 - Agência FAPESP. Emoções humanas básicas como tristeza, raiva, alegria e mesmo outras mais complexas como compaixão e gratidão ganham cada vez mais espaço nas Neurociências. O novo campo da Neurociência Social e Afetiva é tema da São Paulo School on Advanced Science on Social and Affective Neuroscience, que ocorre até 31 de agosto em São Paulo, na Universidade Presbiteriana Mackenzie. O evento tem apoio da FAPESP.

Por favor, reporte erros na informação da página do pesquisador escrevendo para: cdi@fapesp.br.
X

Reporte um problema na página


Detalhes do problema: