Busca avançada
Ano de início
Entree

Augusto Damineli Neto

CV Lattes ORCID


Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas (IAG)  (Instituição Sede da última proposta de pesquisa)
País de origem: Brasil

É professor titular do Departamento de Astronomia do IAGUSP e Pesquisa na área de estrelas massivas. Autor/co-autor em 95 papers que obtiveram 4.897 citações com indice H=40 (https://scholar.google.com/citations?view_op=list_workshl=pt-BRuser=-ixRDzsAAAAJ) Pesquisador nível 1C do CNPq. Sua pesquisa sobre a estrela eta Carinae teve repercussão mundial. É revisor das principais revistas internacionais de pesquisa em Astronomia. Coordenou o Ano Internacional da Astronomia 2009 no Brasil, que realizou 16.600 eventos e atendeu um público de 2,3 milhões de pessoas (http://www.astro.iag.usp.br/~damineli/iya2009_Brasil.pdf). Foi membro do SOC de 6 eventos científicos internacionais. Publicou 4 livros e 136 artigos de divulgação em jornais e revistas de grande circulação. Participou em 6 roteiros de vídeos científicos na série Minuto Científico da TV Cultura,,que ganhou 3 prêmios internacionais, Coordenou 9 videos cientificos da série Fascinio do Universo. Criou a exposição que itinera pelo Brasil há 14 anos, alcançando mais de 1 milhão de visitantes. Foi presidente e secretário da SAB, membro do Comitê Diretor do Projeto Gemini, Project Scientist do Projeto Gemini, membro da CTC do LNA, membro da Comissão de Programas do Gemini e do Observatório do Pico dos Dias, coordenador do Programa de Pós-Graduação em Astronomia do IAGUSP. Fez pós-doutorado em Roma (IAS/CNR) e foi professor visitante na Universidade do Colorado em Boulder. Atualmente faz parte do comitê gestor do telescópio de classe Extremely Large: Giant Magellan Telescope.orcid.org/0000-0002-7978-2994 (Fonte: Currículo Lattes)

Matéria(s) publicada(s) na Revista Pesquisa FAPESP sobre o(a) pesquisador(a):
Foco nos astros primordiais 
O buraco de <em>Eta Carinae</em> 
Rota alternativa 
Mais do que um eclipse 
Más que un mero eclipse 
Más que un mero eclipse 
Rumo às estrelas 
Rumbo a las estrellas 
Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o(a) pesquisador(a)
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)
Auxílios à pesquisa
Bolsas no país
Bolsas no Exterior
Apoio FAPESP em números * Quantidades atualizadas em 18/05/2024
Colaboradores mais frequentes em auxílios e bolsas FAPESP
Contate o Pesquisador

Serviço temporariamente indisponível

Palavras-chave utilizadas pelo pesquisador
Videos relacionados aos auxílios à pesquisa e bolsas

Eta Carinae: além do eclipse


Publicado em 08 de março de 2012 - Pesquisa FAPESP. A natureza da brutal e periódica perda de luminosidade da enigmática estrela gigante Eta Carinae, que a cada cinco anos e meio deixa de brilhar por aproximadamente 90 dias consecutivos em certas faixas do espectro eletromagnético, em especial nos raios X, pode ter sido finalmente desvendada por uma equipe internacional de astrofísicos comandada por brasileiros. O pesquisador Augusto Damineli e o pós-doutor Mairan Teodoro, ambos da Universidade de São Paulo (USP), analisaram dados registrados por cinco telescópicos terrestres situados na América do Sul durante o último apagão do astro, ocorrido entre janeiro e março de 2009, e colheram evidências de que esse evento literalmente obscuro esconde, a rigor, dois fenômenos distintos embora entrelaçados e não apenas um, como acreditava boa parte dos astrofísicos.

Telescópio Gigante Magalhães - GMT


Publicado em 03 de maio de 2017 - Agência FAPESP. Construir um telescópio como o GMT é um empreendimento monumental. Com um custo estimado em US$ 1 bilhão, o projeto é composto por um consórcio internacional. O Brasil é representado pela FAPESP. Com um investimento de US$ 40 milhões, o que equivale a 4% do investimento total do projeto, a FAPESP garantirá aos pesquisadores do Estado de São Paulo 4% do tempo de operação do GMT.

A luz de uma estrela misteriosa


Publicado em 11 de maio de 2020 - Pesquisa FAPESP. Saiba como o físico Augusto Damineli descobriu que a Eta Carinae, a estrela mais estudada depois do Sol, sofre apagões periódicos e é, na verdade, um sistema composto de dois astros.

Por favor, reporte erros na informação da página do pesquisador utilizando este formulário.
X

Reporte um problema na página


Detalhes do problema: