Busca avançada
Ano de início
Entree

Beatriz Piccolotto Siqueira Bueno

CV Lattes ResearcherID ORCID


Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU)  (Instituição Sede da última proposta de pesquisa)
País de origem: Brasil

Possui graduação em História pela Universidade de São Paulo (1990), graduação em Artes Plásticas pela Fundação Armando Álvares Penteado (1988), doutorado em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade de São Paulo (2001) e livre-docência em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade de São Paulo (2018). Desde 2002 leciona as disciplinas de História da Urbanização e do Urbanismo no Departamento de História da Arquitetura e Estética do Projeto da FAUUSP, onde atualmente é PROFESSOR ASSOCIADO Nível 1, Ref. MS-5 RDIDP. Atua principalmente nos seguintes temas: História da Urbanização e do Urbanismo no Brasil; Cultura Profissional dos Arquitetos e Engenheiros; História do Mercado Imobiliário em São Paulo; e História da Cartografia. Bolsa de Produtividade em Pesquisa do CNPq PQ2, de 2012 a 2019 e Bolsa de Produtividade em Pesquisa do CNPq PQ 2, de 2020 a 2023 - Sig Histórico e canteiro em foco: paisagem urbana e arquitetura do Escritório Técnico Ramos de Azevedo, Severo & Villares - Processo: 311861/2019-9. É autora dos livros Desenho e Desígnio: o Brasil dos engenheiros militares (Edusp, 2011), Aspectos dos Mercado imobiliário em perspective histórica. São Paulo (1809-1950) (Edusp, 2016) e São Paulo: um novo olhar sobre a história. A evolução do comércio de varejo e as transformações na vida urbana (Via das Artes, 2012), este ultimo ganhador do Prêmio José Celestino Bourroul de melhor livro sobre São Paulo do ano de 2013, conferido pela Academia Paulista de História (APH). Tem sido curadora de diversas exposições, com destaque para esta sobre o comércio realizada no Metrô da Sé, em 2013, sequenciando o livro supracidado, além da mostra Escritório Ramos de Azevedo: a arquitetura e a cidade, realizada no Centro Cultural dos Correios, de 17/01 a 17/03/2015, com desdobramentos no CPC Casa de Yayá, Poli-USP e FAU-Maranhão, nesta última agraciada com o prêmio de melhor exposição de 2015. Junto de Nestor Goulart Reis Filho, coordenou o Projeto de Pesquisa em Políticas Públicas ?Arquivo Municipal Washington Luís: a cidade e a arquitetura? (FAPESP Processo 2006/51697-8, 2006-2010) (www.projetosirca.com.br). É líder do Grupo de Pesquisa Arqueologia da Paisagem, registrado no Diretório do CNPq. (Fonte: Currículo Lattes)

Matéria(s) publicada(s) na Revista Pesquisa FAPESP sobre o(a) pesquisador(a):
Otros sertones 
Outros sertões 
Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o(a) pesquisador(a)
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)
Auxílios à pesquisa
Bolsas no país
Bolsas no Exterior
Apoio FAPESP em números * Quantidades atualizadas em 20/04/2024
Colaboradores mais frequentes em auxílios e bolsas FAPESP
Contate o Pesquisador

Serviço temporariamente indisponível

Palavras-chave utilizadas pelo pesquisador
Videos relacionados aos auxílios à pesquisa e bolsas

Outros sertões


Publicado em 16 de abril de 2014 - Pesquisa FAPESP. A arquitetura rural do século XIX no Nordeste tem características próprias para dar conta de sua produção de rapadura e farinha, assim como encontrar algum conforto -- mesmo que modesto -- no calor dessa região do sertão potiguar conhecida como Seridó. Com pouco esforço de preservação, há pressa em estudar, documentar e entender a importância dessas construções únicas. Nathália Maria Montenegro Diniz saiu do Rio Grande do Norte, onde nasceu, cresceu e se formou arquiteta, para fazer a pós-graduação na Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (FAU-USP). Paradoxalmente, veio para a capital paulista para mergulhar ainda mais a fundo na arquitetura das fazendas de sua terra. O resultado é a dissertação de mestrado Velhas fazendas da Ribeira do Seridó (defendida em 2008) e a tese de doutorado Um sertão entre tantos outros: fazendas de gado nas Ribeiras do Norte (em 2013), ambas realizadas sob orientação de Beatriz Piccolotto Siqueira Bueno. Esses estudos deram origem a um novo projeto de pesquisa, vencedor da 10ª edição do Prêmio Odebrecht de Pesquisa Histórica -- Clarival do Prado Valladares, divulgado em dezembro.

Por favor, reporte erros na informação da página do pesquisador utilizando este formulário.
X

Reporte um problema na página


Detalhes do problema: