Busca avançada
Ano de início
Entree

José Francisco Marciano Motta

CV Lattes ORCID



País de origem: Brasil

Graduado em Geologia, com especialização em Geologia Marinha pelo Serviço Geológico do Japão, Mestre em Geociências e Meio Ambiente e Doutor em Geociências pela Unesp Rio Claro (SP). Iniciou a carreira profissional na CPRM- Serviço Geológico do Brasil, no Centro Oeste do Brasil, onde atuou por 3 anos, ingressando posteriormente no Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo (IPT), onde permaneceu por cerca de 30 anos, sendo responsável pela área de recursos minerais e tecnologia cerâmica no período 2006-2009. Na área técnico-científica desenvolveu projetos pioneiros com turfa, diatomitos/ espongilitos, terras raras; carvão, folhelhos betuminosos; cadeia produtiva cerâmica, desde o levantamento geológico de minerais (argilas para cerâmica branca, argilas comuns, fundentes feldspáticos, filitos e outros), otimização do sistema produtivo cerâmico e desenvolvimento e melhoria de produtos na indústria cerâmica. Destacam-se ainda projetos de cunho da sustentabilidade ambiental das atividades mineiras em áreas de pólos cerâmicos e de mananciais. Esses projetos foram desenvolvidos para Secretarias de Governo (SP, BA), Agências de Fomento (Fapesp, Finep, CNpq), Ministérios, Banco Mundial e outros. No setor privado, pesquisou depósitos minerais e participou da implantação de empreendimentos mineiros na Bahia, com o desenvolvimento de minas de feldspato, quartzo, diopsídio, argilas e outros minerais industriais. Atualmente, além de ter participação societária em alguns dos empreendimentos implantados, vem desenvolvendo trabalhos de pesquisa, desenvolvimento e inovação na área de matérias-primas minerais, com agências de fomento, universidades, setor público e privado. (Fonte: Currículo Lattes)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o(a) pesquisador(a)
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)
Auxílios à pesquisa
Bolsas no país
Apoio FAPESP em números * Quantidades atualizadas em 13/07/2024
Colaboradores mais frequentes em auxílios e bolsas FAPESP
Contate o Pesquisador

Serviço temporariamente indisponível

Palavras-chave utilizadas pelo pesquisador
Por favor, reporte erros na informação da página do pesquisador utilizando este formulário.
X

Reporte um problema na página


Detalhes do problema: