Busca avançada
Ano de início
Entree

Arthur de Miranda Neto

CV Lattes ORCID



País de origem: Brasil

Doutorado em Tecnologia da Informação e Sistemas pela Universidade de Tecnologia de Compiègne, França, e em Engenharia Mecânica pela Unicamp. É um laureado (2012) do prêmio Marechal do Ar Casimiro Montenegro Filho da Presidência da República do Brasil por sua tese de doutorado na área de Veículos Autônomos. Realizou Pós-doutorado (2012) em Veículos Autônomos / Inteligentes (Renault/Heudiasyc) na França. Em 2017 recebeu o prêmio Fulbright U.S. Scholar Program (Fulbright Faculty Member Award) / Universidade da Califórnia, Berkeley, em razão de um projeto sobre Standard Data Recording Device (caixa-preta) for Autonomous/Intelligent Vehicles. Fundador do Laboratório de Mobilidade Terrestre (LMT) na UFLA. Foi coordenador do projeto de pesquisa com o Inmetro: A segurança jurídica e tecnológica para a utilização e inserção de veículos inteligentes no Brasil. Tem mais de 45 orientações e co-orientações. É autor e coautor de diversas publicações, dentre elas, capítulo de livro e artigos na área de veículos inteligentes. É inventor de patente na área de veículos inteligentes com a Renault na França (com registro na Europa e nos Estados Unidos), além de registros de software no Brasil. Tem MBA em Digital Business (2024) pela Universidade de São Paulo (USP). É Oficial de Infantaria do Exército Brasileiro, tendo permanecido na ativa entre 1997 e 2005. (Fonte: Currículo Lattes)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o(a) pesquisador(a)
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)
Auxílios à pesquisa
Bolsas no país
Apoio FAPESP em números * Quantidades atualizadas em 08/06/2024
Colaboradores mais frequentes em auxílios e bolsas FAPESP
Contate o Pesquisador

Serviço temporariamente indisponível

Palavras-chave utilizadas pelo pesquisador
Por favor, reporte erros na informação da página do pesquisador utilizando este formulário.
X

Reporte um problema na página


Detalhes do problema: