Busca avançada
Ano de início
Entree

Luiz Carlos Dias

CV Lattes ResearcherID ORCID Google Scholar Citations


Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Instituto de Química (IQ)  (Instituição-sede da última proposta de pesquisa)
País de origem: Brasil

Nascido em Balneário Camboriú, SC, possui Graduação em Química (UFSC, 1988), Doutorado em Ciências Químicas (UNICAMP, 1993) e Pós-Doutorado (Harvard University/EUA, 1994-1995). É Professor Titular do IQ/Unicamp onde atua como Docente desde 06/1992 e Pesquisador 1A do CNPq. Atua na área de síntese de compostos bioativos e química medicinal. Seu grupo concluiu a síntese total de várias moléculas bioativas complexas do ponto de vista estrutural. Atualmente tem colaborações com a MMV (www.mmv.org) e com a DNDi (www.dndi.org) desenvolvendo candidatos clínicos para o tratamento de doenças parasitárias tropicais. Tem 119 publicações; 1 capítulo de livro e 1 patente concedida pelo INPI; ministrou 310 conferências no país e no exterior, incluindo várias conferências de abertura de eventos científicos; tem 615 participações em colunas e textos para jornais, mesas-redondas e entrevistas para TV/Rádio/Jornais/Revistas. Tem sete publicações em destaque como CAPA dos periódicos: RSC Med. Chem. (2020), J. Chem. Inf. Model. (2020), J. Med. Chem. (2014), Eur. J. Org. Chem. (2009), Quim. Nova (2009), Chem. Soc. Rev. (2008) e Synthesis (2003), uma publicação como VIP article no Chemistry - A European Journal (2011) e duas publicações em destaque no site da ACS, celebrando a Química Orgânica na França e na América Latina. Orientou 26 alunos de Mestrado, 19 de Doutorado, 28 de Iniciação Científica e supervisionou 29 pós-doutorados e 3 estagiários. Foi Secretário Geral do 8th BMOS (1996-1998). Na SBQ, foi Secretário Geral em dois mandatos (2000-2004), Presidente da Comissão Organizadora de quatro reuniões anuais, Editor do Boletim Eletrônico (2000-2006), Membro do Conselho Consultivo (2006-2008) e Editor do Journal of the Brazilian Chemical Society (2005-2013). Foi membro de Comissões Organizadoras e Científicas de vários eventos internacionais, membro do Comitê de Assessoramento de Química do CNPq (2007-2010), membro do Editorial Advisory Board dos periódicos Chem. Soc. Rev. e Org. & Biomol. Chem. (RSC), Chem. & Eng. News (ACS), Coordenador Adjunto (2008-2011) e Coordenador da Área de Química na CAPES (2011-2014). É membro do Corpo Editorial da Revista Virtual de Química (RVQ), membro do Comitê Gestor do INCT-INOFAR, Coordenador do Festival Pint of Science Campinas, Colunista do Jornal da Unicamp, Membro do Comitê Científico do Movimento SOU_CIÊNCIA e Membro da Força-Tarefa Unicamp no combate à COVID-19. Recebeu prêmios e homenagens, destacando: em 1999, Medalha Journal of the Brazilian Chemical Society (JBCS); Medalhas de Mérito Científico comemorativas aos 40 (2003) e aos 45 anos (2008) do PPG em Química da UFRJ; em 2009, Prêmio de Reconhecimento Acadêmico Zeferino Vaz (Unicamp); em 2013, Prêmio CAPES de Teses Área de Química; em 2014, Prêmio Walter Borzani (CRQ IV Região); em 2014, o Prêmio Santander Universidades Ciência e Inovação na Área de Saúde; em 2015, Medalha Simão Mathias (SBQ); em 2015 foi o brasileiro homenageado na iniciativa "175 Faces of Chemistry" (http://www.rsc.org/diversity/175-faces/) nos 175 anos da Royal Society of Chemistry. Em 2016, recebeu o Prêmio de reconhecimento "DNDi América Latina Parceria do Ano de 2016" ao Consórcio LOLA; em 2021, o Prêmio Oswaldo Luiz Alves (SBQ), conferido a indivíduos ou instituições que se destacaram na defesa da ciência, na difusão e na disseminação do conhecimento científico em prol da sociedade brasileira; em 2022, o Prêmio Reconhecimento ADunicamp Prof. Mohamed Habib, na categoria Defesa da vida, saúde física e mental. É membro Titular da Academia de Ciências do Estado de São Paulo (ACIESP, 2008), Comendador da Ordem Nacional do Mérito Científico (Presidência da República, 2010), membro Titular da Academia Brasileira de Ciências (ABC, 2011), Fellow da International Union of Pure and Applied Chemistry - IUPAC (2014) e Fellow da Royal Society of Chemistry (2014). Pai da Luana (22 anos), da Luiza (21 anos) e da Luma (12 anos). (Fonte: Currículo Lattes)

Matéria(s) publicada(s) na Revista Pesquisa FAPESP sobre o(a) pesquisador(a):
Uma agenda para as doenças esquecidas 
Matéria(s) publicada(s) no Pesquisa para Inovação FAPESP sobre o(a) pesquisador(a):
Consórcio busca criar novos medicamentos contra Chagas, leishmaniose e malária 
Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o(a) pesquisador(a)
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)
Auxílios à pesquisa
Bolsas no país
Bolsas no Exterior
Apoio FAPESP em números * Quantidades atualizadas em 14/05/2022
Colaboradores mais frequentes em auxílios e bolsas FAPESP
Contate o Pesquisador

Este canal da BV/FAPESP deve ser utilizado tão somente para mensagens, referentes aos projetos científicos financiados pela FAPESP.


 

 

 

 

Palavras-chave utilizadas pelo pesquisador
Ácidos de Lewis Adição (reações químicas) Agentes anti-HIV Aldeídos Aminoácidos Antibióticos Anticarcinógenos Antifúngicos Antineoplásicos Antivirais Artigo científico Artigos de periódicos Bioatividade Biodiversidade Bioensaio Biofísica Catalisadores Catálise Células tumorais Ciências Biológicas Ciências Exatas e da Terra Citotoxicidade Compostos organometálicos Comunicação científica Condensação aldólica Consórcio Consórcios de saúde Defesa animal Descoberta de drogas Doença de Chagas Doenças negligenciadas Doenças parasitárias Estado de transição Esterases Estereoisomerismo Fármacos Filariose Financiamento em saúde HIV-1 HIV Imunossupressores Indução assimétrica Inibição de migração celular Inibidores da protease de HIV Leishmaniose visceral Leishmaniose Lipase Macrolídeos Malária Metástase Metilcetonas quirais Migrastatina Moluscos Movimento celular Neoplasias mamárias Neurotransmissores Nucleófilos Parasitologia Periódicos científicos Planejamento de fármacos Policetídeos Prevenção de doenças Processos de crescimento celular Produção científica Produtos naturais Publicações de divulgação científica Quebra de simetria Química Orgânica Química aplicada Química médica Química supramolecular Química verde Química Reações orgânicas Reações químicas Relação estrutura-atividade Sangliferinas Síntese assimétrica Síntese de peptídeos Síntese orgânica Síntese química Síntese total Sociedades científicas Streptomyces Transmetalação alfa-Aminoácidos beta-Lactamas
Videos relacionados aos auxílios à pesquisa e bolsas

SP Pesquisa - A medicina na floresta - 1º Bloco


Publicado em 15 de agosto de 2015 - SP Pesquisa - A medicina na floresta - 1º Bloco. O potencial medicinal da biodiversidade brasileira é incalculável e pode ter o caminho para o tratamento de inúmeras doenças. O desafio de realizar esse potencial e de transformar essa matéria-prima encontrada na natureza em fármacos é enfrentado pelo Centro de Pesquisa e Inovação em Biodiversidade e Fármacos (CIBFar), CEPID criado em 2013 e financiado pela FAPESP. Coordenado por Glaucius Oliva, ex-presidente do CNPq, e instalado no Instituto de Física de São Carlos da USP, o centro dá atenção especial à busca por tratamentos contra as chamadas doenças negligenciadas (assim chamadas porque normalmente atingem as populações mais pobres do planeta e, por isso, não atraem o interesse das companhias farmacêuticas), como leishmaniose, doença de Chagas e malária.

Por favor, reporte erros na informação da página do pesquisador escrevendo para: cdi@fapesp.br.
X

Reporte um problema na página


Detalhes do problema: