Busca avançada
Ano de início
Entree

Valdir Guimarães

CV Lattes ORCID


Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Física (IF)  (Instituição Sede da última proposta de pesquisa)
País de origem: Brasil

Graduação em Fisica pela Universidade de São Paulo (1984), Mestrado em Física pela Universidade de São Paulo (1988),Doutorado em Física pela Universidade de São Paulo (1994),Pós-doutorado em Fisica Nuclear na University of Tokyo - Japão (1994-1995)Pós-doutorado em Física Nuclear na University of Notre Dame - USA (1997-2000). Professor Associado no Instituto de Fisica da Universidade de São Paulo desde 2001.Professor visitante no IPN-Orsay, França (Janeiro 2015 a Dezembro 2015).Trabalha na área de Física Nuclear nos seguintes temas: Feixes Radioativos, Reações de Transferência, espalhamento elástico, breakup e fusão, Espectroscopia de nucleos exóticos ricos em prótons e ricos em neutrons. Estudo de reações nucleares de interesse para Astrofisica Nuclear. Tem proposto e participado de experiências nos mais renomados laboratórios de Física Nuclear do mundo (RIKEN-Japão, GANIL-França, University of Notre Dame, NSCL-MSU, Texas AM University e Argonne National Laboratory nos Estados Unidos. Lider do Grupo NEAN (Núcleos Exóticos e Astrofísica Nuclear) do IFUSP (https://valdir0guimaraes.wixsite.com/nean). Presidente da comissão de área de Física Nuclear SBF de 2019 a 2023. Editor Associado da BJP. ORCID = 0000-0003-3715-0726. RESEARCHID = B-4958-2014. (Fonte: Currículo Lattes)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o(a) pesquisador(a)
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)
Auxílios à pesquisa
Bolsas no país
Bolsas no Exterior
Apoio FAPESP em números * Quantidades atualizadas em 25/05/2024
Colaboradores mais frequentes em auxílios e bolsas FAPESP
Contate o Pesquisador

Serviço temporariamente indisponível

Palavras-chave utilizadas pelo pesquisador
Videos relacionados aos auxílios à pesquisa e bolsas

Uma nova era para a astrofísica


Publicado em 13 de dezembro de 2017 - Pesquisa FAPESP. Pesquisadores comentam o flagra das ondas gravitacionais e a explosão de luz causadas pela colisão de estrelas de nêutrons, detectada pela primeira vez em agosto de 2017.

Por favor, reporte erros na informação da página do pesquisador utilizando este formulário.
X

Reporte um problema na página


Detalhes do problema: