Busca avançada
Ano de início
Entree

Sandra Coccuzzo Sampaio Vessoni

CV Lattes ORCID


Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). Instituto Butantan  (Instituição Sede da última proposta de pesquisa)
País de origem: Brasil

Possui graduação em Biomedicina pela Universidade de Santo Amaro (1996), Mestrado (2000) e Doutorado (2004) em Farmacologia pela Universidade de São Paulo e pós-doutorado pelo Departamento de Biologia Celular e do Desenvolvimento da Universidade de São Paulo (2011). É Coordenadora do Crotoxin, Matrix and Immunometabolism Research Group que investiga a ação da Crotoxina (CTX), principal toxina isolada do veneno de Crotalus durissus terrificus (cascavel) sobre o imunometabolismo, particularmente sobre a função e metabolismo energético de macrófagos e de que forma esta ação imunomoduladora da CTX pode controlar os eventos inflamatórios associados à progressão tumoral. Ainda, neste contexto, investiga o efeito direto desta toxina sobre células tumorais, endoteliais e fibroblastos em matriz extracelular 3D, em sistema in vitro biomimético ao microambiente tumoral e as principais vias de sinalização intracelular envolvidas. Desenvolve plataformas de esferóides em sistema 3D in vitro para investigar as interações heterotípicas. Recebeu, como Orientadora, o 8 Prêmio Destaque do Ano (2010) na Iniciação Científica, concedido pelo CNPq, pelo 2 lugar na área de Ciências da Vida. É Avaliador do Sinaes BASis, INEP/MEC, desde 2007. Coordenadora da Comissão de Estágio-IBu, desde 2015, Diretora do Centro de Desenvolvimento Científico e Pró-Reitora da Pós-Graduação do IBu, desde 2018, Vice-Coordenadora da Escola Superior do IBu-ESIB, de 2019 a 2022, membro da Coordenação do Laboratório Estratégico de Diagnóstico-COVID-19, desde março/2020, membro da Rede de Sequenciamento de Variantes para COVID-19 desde março de 2021 e Coordenadora do Projeto CeVIVAS FAPESP/FB, desde 2022. (Fonte: Currículo Lattes)

Matéria(s) publicada(s) na Revista Pesquisa FAPESP sobre o(a) pesquisador(a):
La vacuna contra el dengue producida en Brasil por el Instituto Butantan de São Paulo posee una eficacia del 80 % 
Vacina do Butantan contra a dengue tem eficácia de 80% 
Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o(a) pesquisador(a)
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)
Auxílios à pesquisa
Bolsas no país
Apoio FAPESP em números * Quantidades atualizadas em 20/04/2024
Colaboradores mais frequentes em auxílios e bolsas FAPESP
Contate o Pesquisador

Serviço temporariamente indisponível

Palavras-chave utilizadas pelo pesquisador
Por favor, reporte erros na informação da página do pesquisador utilizando este formulário.
X

Reporte um problema na página


Detalhes do problema: