Busca avançada
Ano de início
Entree

Maria Helena Bezerra Maia de Hollanda

CV Lattes ResearcherID ORCID


Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Geociências (IGC)  (Instituição-sede da última proposta de pesquisa)
País de origem: Brasil

Maria Helena Hollanda é professora associada da Universidade de São Paulo desde 2003. É graduada em Geologia (UFRN, 1996) e pós-graduada em geologia tendo desenvolvido o mestrado em geofísica e geoquímica de granitos (UFRN, 1998) e doutorado em geoquímica isotópica de rochas máficas (2002). Defendeu a livre docência em 2012, pelo IGc-USP. Desde a admissão em 2003 atua no Departamento de Mineralogia e Geotectônica, e integra o corpo de pesquisadores do Centro de Pesquisas Geocronológicas (CPGeo). É orientadora de mestrado e doutorado no Programa de Pós-Graduação em Geoquímica e Geotectônica (CAPES, 7), supervisionou dois pós-doutorados (CAPES e FAPESP). No CPGeo, foi responsável pela criação do atual Laboratório de Isótopos Estáveis, tendo sido coordenadora entre 2003-2013. Durante esse período coordenou projetos de infraestrutura financiados por FINEP/CT Infra e Petrobras/ANP para aquisição de dois espectrômetros de massas Delta (Thermo Scientific) para análises isotópicas de C-O-H. Em 2008 coordenou ativamente a modernização e ampliação da estrutura analítica do Laboratório de Gases Nobres com foco no método Ar/Ar, financiada através da parceria com a Rede de Estratigrafia e Sedimentologia (Petrobras/ANP), de onde é responsável desde então. Ainda responde, no CPGeo, pela coordenação das atividades dentro do Laboratório de Mineralografia (preparação de mounts para análises in situ e MEV). Entre 2013-2015 foi vice-diretora do CPGeo; em 2015 assumiu a função de diretora deste Centro e vice-coordenadora do GeoLab SHRIMP. Ao longo de sua carreira, foi responsável pela elaboração e execução de dois grandes projetos de desenvolvimento tecnológico (?Implantação de infraestrutura laboratorial para análises Ar/Ar e de isótopos de gases nobres no CPGeo-IGc-USP? ANP/Petrobras: 2008-2012, e ?Investindo em Instrumentação Analítica para o Avanço Científico em Geociências: Inovações em Geologia Isotópica no CPGeo-IGc-USP? FINEP/MCT: 2017-atual). Coordenou e participou de vários projetos financiados pela FAPESP, com destaque para a recente proposição de uma nova LIP (Large Igneous Province) no NE do Brasil (2017/08423-9). Com apoio da Petrobras, desenvolveu (desenvolve) projetos voltados à proveniência de sedimentos siliciclásticos em bacias intracratônicas bacias do Parnaíba (2011-2016) e do Parecis (2018-atual). Mantém cooperação com pesquisadores de instituições do Brasil e do exterior University of Bergen (Noruega), Oregon State University (USA), Université du Québec à Montreal and Carleton University (Canadá), Université de Montpellier (France), e Universidade de Lisboa (Portugal). Desenvolve estudos envolvendo a aplicação de dados geoquímicos (elementar e isotópicos) e geocronológicos, combinados a ferramentas de análise estrutural e geofísica. (Fonte: Currículo Lattes)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o(a) pesquisador(a)
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)
Auxílios à pesquisa
Bolsas no país
Bolsas no Exterior
Apoio FAPESP em números * Quantidades atualizadas em 02/07/2022
Colaboradores mais frequentes em auxílios e bolsas FAPESP
Contate o Pesquisador

Este canal da BV/FAPESP deve ser utilizado tão somente para mensagens, referentes aos projetos científicos financiados pela FAPESP.


 

 

 

 

Palavras-chave utilizadas pelo pesquisador
Por favor, reporte erros na informação da página do pesquisador escrevendo para: cdi@fapesp.br.
X

Reporte um problema na página


Detalhes do problema: