Busca avançada
Ano de início
Entree

Zoilo Pires de Camargo

CV Lattes ORCID


Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. Escola Paulista de Medicina (EPM)  (Instituição Sede da última proposta de pesquisa)
País de origem: Brasil

Zoilo Pires de Camargo tem graduação em Ciências Biológicas - Modalidade Médica pela Universidade Estadual de São Paulo (1971), Mestrado em Microbiologia e Imunologia pela Universidade Federal de São Paulo (1975) , Doutorado em Microbiologia e Imunologia pela Universidade Federal de São Paulo (1978) e um Pós-doutorado no Instituto Pasteur de Paris (1981-1983). Possui título de Prof. Livre Docente pela USP (2002). Atualmente é Prof. Titular do Departamento de Microbiologia, Imunologia e Parasitologia da UNIFESP e lotado na Disciplina de Biologia Celular. Foi chefe da Disciplina (2006 a 2009). Atualmente é Bolsista de Produtividade 1B do CNPq. Fez parte do Comité Assessor em Microbiologia e Parasitologia do CNPQ. É consultor ad-hoc do CNPq, FAPESP, CAPES, Fundação Araucária, FAPERS. De 2003 a 2006 foi Vice-Presidente da "International Society for Human and Animal Mycology- ISHAM". Tem experiência na área de micologia médica, dedicando-se principalmente ao problema de imunodiagnóstico de micoses sistêmicas e oportunistas., por meio de técnicas sorológicas, imunoenzimáticas e de biologia molecular. Tem interesse em epidemiologia das micoses. Neste aspecto tem uma rede de colaboradores pelo Brasil, nos Estados do Paraná, Mato Grosso , Mato Grosso do Sul, Ceará, Pará, Rio de Janeiro e Minas Gerais. Implantou no país e na América Latina metodologia para preparo de exoantígeno de P. brasiliensis (antígeno de referência) para diagnóstico da paracoccidioidomicose. Padronizou pela primeira vez a técnica de detecção de antígenos circulantes em paracoccidioidomicose. Os fungos mais estudados são principalmente Paracoccidioides brasiliensis, Candida spp., Sporothrix schenckii, Coccidioides posadasii, Trichosporon spp. Seus trabalhos têm conotação ecoepidemiologica clássica e de biologia molecular. A partir de 2010 tem se dedicado à Biologia Molecular de fungos patogênicos no intuito de estudar epidemiologia molecular dos fungos do complexo Sporothrix schenckii no Brasil, aspectos da proteômica de fungos e imunoproteômica (imunoma) de espécies de Sporothrix e Paracoccidioides.A partir de 2017 tem se dedicado ao estudo dos antígenos de Paracoccidioides lutzii. (Fonte: Currículo Lattes)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o(a) pesquisador(a)
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)
Auxílios à pesquisa
Bolsas no país
Apoio FAPESP em números * Quantidades atualizadas em 20/07/2024
Colaboradores mais frequentes em auxílios e bolsas FAPESP
Contate o Pesquisador

Serviço temporariamente indisponível

Palavras-chave utilizadas pelo pesquisador
Por favor, reporte erros na informação da página do pesquisador utilizando este formulário.
X

Reporte um problema na página


Detalhes do problema: