Busca avançada
Ano de início
Entree

Vanderlan da Silva Bolzani

CV Lattes ResearcherID ORCID Google Scholar Citations


Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC)  (Instituição-sede da última proposta de pesquisa)
País de origem: Brasil

Farmacêutica pela UFPB(1973). Mestre em Química Orgânica pelo Instituto de Química/USP-SP, em 1977, e doutora em Ciências e, 1982, também pelo IQ-USP, bolsista FAPESP. Pós-doutorado no Depto. de Química no Instituto Politécnico e Universidade Estadual da Virgínia, USA, bolsista FAPESP, de 1992 a 1994. Foi bolsista do DAAD, estágio de curta duração, Hannover, 1990. Livre-docente pelo Instituto de Química/Unesp (1996) e Professora Titular da mesma instituição em 2005. Professora Visitante na Université Pierre et Marie CURIE (UPMC), Paris VI, Paris, 2011, 2013. Chefe do Depto. de Química do IQ-UNESP, por dois mandatos consecutivos (2000-2004). Membro do Conselho Universitário da Unesp (2002-2006) e do Conselho de Pós-Graduação (2002-2004). Assessora da Pró-Reitoria de Pesquisa UNESP (2004-2009). Membro assessor do CA-QU, do CNPq de 2008 a 2010; 2018-2020. De 2009-2012 foi Vice-diretora e de 2013-2016 Diretora da Agência de Inovação da UNESP (AUIN). Membro do Conselho Deliberativo do CNPq por dois mandatos (2010-2013 e 2013-2015). Foi vice-presidente (2004 a 2008) e presidente (2008-2010) da Sociedade Brasileira de Química (SBQ) e atualmente é membro do Conselho Consultivo da SBQ. Participou do Conselho da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência 2013-2015 (SBPC), onde atualmente é Vice-Presidente (2017-2019). Membro da International Union of Applied Chemistry (IUPAC), American Chemical Society (ACS), da American Society of Pharmacognosy (ASP), da Society for Medicinal Plant and Natural Product Research (GA) e Fellow da Royal Society of Chemistry, UK (FRSC). Prêmio recebidos Fellow da RCS em 2009, Medalha Simão, Mathias, SBQ em 2011, Distinguish Woman in Science, IUPAC/ACS em 2011, Elsevier CAPES 2013, eleita para a World Academy of Science for Developing Countries (TWAS), 2013, Eleita para a Academia Brasileira de Ciências (ABC) em 2011 e Academia Paulista de Ciências (ACIESP) em 2012. Em 2019 eleita para Academia de Ciências da América Latina. Em 2015, Premio Kurt Politzer de Inovação Tecnológica, categoria pesquisador, ABIQUIM. Em 2017 foi agraciada com a Medalha Otto Gottlieb pelas suas contribuições na área de produtos naturais. Em 2018 foi premiada com a Medalha do Mérito Científico, categoria Comendador. Membro do corpo editorial de vários periódicos da área de atuação, entre esses, Natural Products Report (RSC), Journal of Natural Products (ACS), Phytochemistry Letters (Elsevier), Journal of Ethnopharmacology (Elsevier), Open Conservation Biology Journal (Betham Open) e RSC Advances RSC). Em 2012 passa a integrar o Scientific Advisory Board L?Oréal, Paris. Desde 2014, é a representante do Brasil na IUPAC. Membro da coordenação do programa Biota-FAPESP. Presidente da ACIESP, mandato 2019-2021. Foi membro do Comitê Internacional da CAPES, por um mandato de dois anos. É integrante do Núcleo de Bioensaio, Biossíntese e Ecofisiologia de Produtos Naturais do IQ-Ar (NuBBE) e pesquisadora 1A do CNPq. Atual membro do Conselho Consultivo da SBQ (2015-2017) e membro do Conselho Superior da FAPESP, mandato 2018-2022. Em agosto/2018, recebeu a Medalha de comendadora da Ordem Nacional do Mérito Científico, durante a última reunião do Conselho Nacional de Ciência e Tecnologia, realizada em Brasília. Desenvolve pesquisa em química de produtos naturais com ênfase para a busca de substâncias bioativas metabólitos secundários e peptídeos, metabolômica e química medicinal de produtos naturais. Formação de recursos humanos em todos os níveis, produção científica atual: 341 artigos (índice h=58, 12.731 citações, média de citação por artigo 28,21; Google Scholar índice h=58, 12.731 citações ) 1 livro, 3 capítulos de livros, 4 patentes. Coordenadora do INCT BioNat e Vice-Coordenadora do CEPID-FAPESP CIBFar. (Fonte: Currículo Lattes)

Matéria(s) publicada(s) na Revista Pesquisa FAPESP sobre o(a) pesquisador(a):
O cosmético que vem da Caatinga 
Estruturas promissoras 
Estructuras prometedoras 
Matéria(s) publicada(s) no Pesquisa para Inovação FAPESP sobre o(a) pesquisador(a):
Saúde Humana e os Desafios Globais das Doenças Crônicas e Infecciosas 
Biodiversidade Terrestre e Marinha 
Controle Biológico ? Agricultura 
Biodiversidade e a indústria de cosméticos 
Webinar BIOTA ? Bioprospection 
Ciência e Sociedade 
Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o(a) pesquisador(a)
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)
Auxílios à pesquisa
Bolsas no país
Bolsas no Exterior
Apoio FAPESP em números * Quantidades atualizadas em 26/11/2022
Colaboradores mais frequentes em auxílios e bolsas FAPESP
Contate o Pesquisador

Este canal da BV/FAPESP deve ser utilizado tão somente para mensagens, referentes aos projetos científicos financiados pela FAPESP.


 

 

 

 

Palavras-chave utilizadas pelo pesquisador
Acetilcolinesterase Administração de inovações tecnológicas Alcaloides Ansiolíticos Anti-infecciosos Anti-inflamatórios Anticarcinógenos Antifúngicos Antineoplásicos Antioxidantes Antivirais Apocinina Aquisição de equipamentos Banisteriopsis Bases de dados Bioatividade Biodiversidade Bioensaio Biofármacos Biofísica Biologia Geral Bioma Bioprospecção Bioquímica Biossíntese de proteínas Biota Biotecnologia Botânica Aplicada Botânica Caatinga Casearia sylvestris Casearia Cassia Cerrado Chalconas Ciência, tecnologia e inovação Ciência Ciências Biológicas Ciências Exatas e da Terra Ciências Sociais Aplicadas Ciências da Saúde Compostos bioativos Conformação molecular Congressos Conhecimento científico Conservação da biodiversidade Conservação dos recursos naturais Conservação Consumo sustentável Controle genético Cooperação internacional Cooperação universidade-empresa Cromatografia líquida de alta eficiência Cromatografia líquida de alta pressão Cromatógrafos Descoberta de drogas Desenvolvimento de fármacos Desenvolvimento de produtos Diabetes mellitus Dicroísmo circular vibracional Diversidade Divulgação científica Doença de Alzheimer Doença de Chagas Doenças neurodegenerativas Economia Industrial Economia Educação Empreendedorismo Ensino médio Equipamentos multiusuários Espectrometria de fluorescência Espectroscopia Raman Estágios Estrutura Etnobotânica Etnofarmacologia Euphorbiaceae Eventos científicos e de divulgação Exposições científicas Extratos vegetais Fabaceae Farmácia Farmacognosia Farmacologia Bioquímica e Molecular Farmacologia Fármacos Financiamento em saúde Fitoquímica Fitoterapia Flavonoides Flora Formação e capacitação de recursos humanos Fungos fitopatogênicos Fungos Gestão da inovação Gestão do conhecimento Infraestrutura de pesquisa Inovação Inovações tecnológicas Interdisciplinar Internacionalização Leguminosae Linked data Lippia Machaerium Mata Atlântica Metabolismo secundário Metabólitos secundários Metabólitos Metaboloma Metabolômica Métodos analíticos de preparação de amostras Micologia Micro-organismos endofíticos Micro-organismos Monitoramento biológico Neoplasias Patentes Peptídeo hidrolases Peptídeos bioativos Peptídeos cíclicos Peptídeos Percepção pública da ciência Peroxidase Pesquisa básica Petiveria alliacea Planejamento de fármacos Plantas medicinais Plantas nativas Produção sustentável Produtos naturais Projetos de pesquisa Propriedade intelectual Química Orgânica Química analítica Química de Macromoléculas Química de produtos naturais Química médica Química Resíduos agrícolas Resíduos agroindustriais Ressonância magnética nuclear Reuniões científicas Rubiaceae Saccharomyces cerevisiae São Paulo Síntese orgânica Síntese química Síntese Sociedades científicas Solventes eutéticos profundos Solventes Styracaceae Styrax Substâncias bioativas Sustentabilidade Técnicas hifenadas Tecnologia Tocoyena Transferência de tecnologia Tripanossomicidas Uncaria Unha-de-gato Verbenaceae
Videos relacionados aos auxílios à pesquisa e bolsas

SP Pesquisa - A medicina na floresta - 2º Bloco


Publicado em 15 de agosto de 2015 - SP Pesquisa - A medicina na floresta - 2º Bloco. O potencial medicinal da biodiversidade brasileira é incalculável e pode ter o caminho para o tratamento de inúmeras doenças. O desafio de realizar esse potencial e de transformar essa matéria-prima encontrada na natureza em fármacos é enfrentado pelo Centro de Pesquisa e Inovação em Biodiversidade e Fármacos (CIBFar), CEPID criado em 2013 e financiado pela FAPESP. Coordenado por Glaucius Oliva, ex-presidente do CNPq, e instalado no Instituto de Física de São Carlos da USP, o centro dá atenção especial à busca por tratamentos contra as chamadas doenças negligenciadas (assim chamadas porque normalmente atingem as populações mais pobres do planeta e, por isso, não atraem o interesse das companhias farmacêuticas), como leishmaniose, doença de Chagas e malária.

Patente(s) depositada(s)

NOVOS DERIVADOS PIPERIDÍNICOS, COMPOSIÇÕES FARMACÊUTICAS CONTENDO OS MESMOS E PROCESSOS PARA SUA PREPARAÇÃO PI0305690-2 - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP); Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Claudio Viegas Junior; Vanderlan da Silva Bolzani; Eliezer Jesus de Lacerda Barreiro; Newton Gonçalves de Castro; Maria Claudia Marx Young - 08 de outubro de 2003

EXTRATOS, FRAÇÕES ATIVAS E/OU COMPOSTOS ISOLADOS DE CASEARIA SYLVESTRIS, FORMULAÇÕES FARMACÊUTICAS E SEUS USOS PI0900645-1 - Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Universidade de São Paulo (USP); Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP). André Gonzaga dos Santos; Jayme Antônio Aboin Sertié; Ricardo Gomide Woisky do Rio; Alberto José Cavalheiro; Aristeu Gomes Tininis; Vanderlan da Silva Bolzani; Marcelo Rodrigues - 11 de março de 2009

Por favor, reporte erros na informação da página do pesquisador escrevendo para: cdi@fapesp.br.
X

Reporte um problema na página


Detalhes do problema: