Busca avançada
Ano de início
Entree


Estrutura cromossômica e caracterização cariotípica no complexo de espécies Synbranchus marmoratus (Teleostei, Synbranchiformes, Synbranchidae)

Texto completo
Autor(es):
Ricardo Utsunomia
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Dissertação de Mestrado
Imprenta: Botucatu. 2014-06-11.
Instituição: Universidade Estadual Paulista (Unesp). Instituto de Biociências. Botucatu
Data de defesa:
Orientador: Fausto Foresti; José Carlos Pansonato Alves
Resumo

Complexos de espécies crípticas são grupos de espécies estreitamente relacionadas, dificilmente distinguíveis por características morfológicas. Estes complexos são conhecidos em uma significativa variedade de organismos, principalmente plantas, insetos, fungos e peixes. Em peixes, complexos de espécies já foram identificados para representantes de diferentes ordens, como Characiformes, Gymnotiformes e Synbranchiformes. No presente estudo, foram analisadas amostras de S. marmoratus coletadas em oito localidades brasileiras distintas com o uso de técnicas citogenéticas clássicas (coloração convencional com Giemsa, localização das regiões organizadoras de nucléolo pela marcação com nitrato de Prata – AgNO3 e bandamento C) e moleculares (hibridação in situ fluorescente com sondas de DNAr 5S e 18S, DNAhis H3, elemento transponível Rex3 e sondas teloméricas). Além disso, análises moleculares foram realizadas utilizando dados de sequências de três genes mitocondriais (Citocromo B - CytB, Citocromo oxidase 1 - COI e DNAr 16S) de indivíduos com cariótipo conhecido. Considerando as amostras analisadas, números diploides distintos foram encontrados (42, 44 e 46 cromossomos) que, combinados com as fórmulas cariotípicas, resultam na distinção de cinco cariomorfos em S. marmoratus. A análise filogenética realizada confirma o status de complexo de espécies e revela que eventos múltiplos, possivelmente bidirecionais, seriam responsáveis pelo surgimento da variabilidade cariotípica neste grupo. O mapeamento físico do DNAr 5S revela que estes sítios se mantiveram conservados durante a história evolutiva de Synbranchus, enquanto que, de forma oposta, os sítios para DNAr 18S estão distribuídos de maneira polimórfica, com variações intrapopulacionais significativas, indicando que mecanismos evolutivos distintos estão agindo sobre a dispersão destas sequências. O mapeamento de... (AU)

Processo FAPESP: 11/01370-0 - Estrutura cromossômica e caracterização cariotípica no complexo de espécies Synbranchus marmoratus (Teleostei, Synbranchiformes, Synbranchidae)
Beneficiário:Ricardo Utsunomia
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Mestrado