Busca avançada
Ano de início
Entree


Avaliação da função reprodutiva de fêmeas de peixe-boi da Amazônia (Trichechus inunguis, Natterer, 1883), mantidas em cativeiro, por meio da extração e dosagem de esteróides fecais

Texto completo
Autor(es):
Cláudia Carvalho do Nascimento
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Dissertação de Mestrado
Imprenta: São Paulo.
Instituição: Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ/SBD)
Data de defesa:
Membros da banca:
Claudio Alvarenga de Oliveira; Marcelo Alcindo de Barros Vaz Guimarães; Vera Maria Ferreira da Silva
Orientador: Claudio Alvarenga de Oliveira
Resumo

Neste estudo avaliou-se a função reprodutiva de fêmeas de peixe-boi da Amazônia (Trichechus inunguis) mantidas em cativeiro no Laboratório de Mamíferos Aquáticos do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (n=4) e no Centro de Preservação e Pesquisas de Mamíferos Aquáticos - Manaus Energia S.A. (n=2), por meio da extração e quantificação de progestinas e estrógenos fecais. As amostras fecais foram colhidas duas vezes por semana durante doze meses, foram liofilizadas e processadas de acordo com o protocolo adaptado de Schwarzenberger et al (1991). Realizou-se a validação dos radioimunoensaios em fase sólida, progesterona e 17β-estradiol para o uso em extratos fecais de peixe-boi da Amazônia. A duração média do ciclo ovariano (± EPM) definido por dois picos consecutivos de estrógenos fecais foi de 22,49 ± 1,26. A fase de estro teve duração média de 6,4 ± 0,45. Para verificar se as fêmeas mantidas em cativeiro apresentavam o padrão reprodutivo sazonal dos peixes-bois de vida livre sugerido por Best (1982), avaliou-se a influência das fases do ciclo hidrológico dos rios da bacia Amazônica. Não foi observada diferença estatística nas concentrações de progestinas fecais ao longo das fases do ciclo hidrológico, porém verificou-se que durante a fase de cheia apresentaram concentrações de estrógenos fecais superiores às outras fases, corroborando com os dados sugeridos por Best (1982). Com os resultados obtidos nesse estudo, pretende-se ampliar os conhecimentos sobre a fisiologia reprodutiva do peixe-boi da Amazônia, fornecendo mais uma ferramenta de estudo para auxiliar pesquisas e manejo reprodutivo, tendo como objetivo final a conservação da espécie. (AU)

Processo FAPESP: 01/11356-3 - Avaliacao da funcao reprodutiva de femeas de peixe-boi amazonico (trichechus inunguis, nattere, 1883) mantidas em cativeiro, por meio da extracao e dosagem de esteroides fecais.
Beneficiário:Claudia Carvalho do Nascimento
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Mestrado