Busca avançada
Ano de início
Entree


Estaquia de diferentes porta-enxertos e enxertia de cultivares de corte de roseira sobre diferentes porta-enxertos nas quatro estações do ano

Autor(es):
Azevedo, Luciana Roseli Ledra de
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Dissertação de Mestrado
Imprenta: Jaboticabal. [2002]. viii, 50 f., gráficos, tabelas.
Instituição: Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias
Data de defesa:
Membros da banca:
Pivetta, Kathia Fernandes Lopes; Demattê, Maria Esmeralda Soares Payão; Laschi, Denise
Orientador: Pivetta, Kathia Fernandes Lopes
Área do conhecimento: Ciências Biológicas - Genética
Indexada em: Banco de Dados Bibliográficos Athena
Localização: Universidade Estadual Paulista. Campus de Jaboticabal. Biblioteca da Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias; 635.9:631.541(043)=690; A994e
Resumo

Este estudo foi desenvolvido no Viveiro Experimental da Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV/UNESP), Campus de Jaboticabal, no período de julho de 2000 a julho de 2001, para analisar o enraizamento de estacas de porta-enxertos de roseira ao longo do ano e o pegamento e desenvolvimento inicial das mudas de três cultivares de corte ('Dallas', 'Tineke' e 'Versília') enxertadas de duas maneiras (borbulhia en T invertido e placa), nos diferentes porta-enxertos, nas quatro estações. Parao enraizamento de estacas, foram utilizadas estacas semi-herbáceas de sete porta-enxertos de roseira (Rosa multiflora 'Japonês', Rosa multiflora 'Paulista', Rosa multiflora, e Rosa indica 'Mayor'). As estacas foram plantadas em bandejas de isopor contendo vermiculita, no início de cada estação, e mantidas sob nebulização intermitente, sendo avaliadas 30 dias após a estaquia. Para analisar a enxertia dos três cultivares de roseira, foram utilizados cinco porta-enxertos (Rosa multiflora 'Japonês', Rosa multiflora 'Paulista', Rosa multiflora, and Rosa indica 'Mayor'). In the beginning of each season, the cuttings were planted in styrofoam trays in vermiculite substrate and were kept under intermittent mist. After 30 days, the cuttings were evaluated. Five rootstock were used to analyze the budding of the three rose cultivars (Rosa multiflora 'Paulista', Rosa multiflora 'Iowa', Rosa multiflora 'Kopman's', Rosa canina 'Inermis' e Rosa indica x multiflora) combinados com dois tipos de borbulhia. A enxertia foi realizada no final de cada estação. Quarenta dias após a enxertia, foi anotada a porcentagem de pegamento e, trinta dias após o pegamento, foram anotados o comprimento e o diâmetro dos enxertos. Com relação à estaquia, o inverno foi a estação com os piores resultados, não sendo recomendado para a estaquia de nenhum porta-enxerto. A primavera foi a estação com os melhores resultados de porcentagem de enraizamento e qualidade do sistema radicular formado, sendo recomendada para todos os porta-enxertos estudados... (AU)

Processo FAPESP: 00/00410-4 - Análise do enraizamento de estacas, enxertia e caracterização morfológica de sete porta-enxertos de roseira
Beneficiário:Luciana Roseli Ledra de Azevedo
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Mestrado