Busca avançada
Ano de início
Entree


Efeito da ciclagem mecânica e da técnica de fundição sobre o desajuste marginal, tensão e torque de afrouxamento de infraestruturas de próteses múltiplas implantossuportadas

Texto completo
Autor(es):
Cláudia Lopes Brilhante Bhering
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Dissertação de Mestrado
Imprenta: Piracicaba, SP.
Instituição: Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Faculdade de Odontologia de Piracicaba
Data de defesa:
Membros da banca:
Marcelo Ferraz Mesquita; José Maurício dos Santos Nunes Reis; Rafael Leonardo Xediek Consani
Orientador: Marcelo Ferraz Mesquita; Jessica Mie Ferreira Koyama Takahashi
Resumo

Este estudo teve como objetivo avaliar a influência do processo de fundição e da ciclagem mecânica sobre o desajuste marginal, tensão e torque de afrouxamento de próteses múltiplas implantossuportadas. Infraestruturas de prótese parcial fixa (PPF) suportada por dois implantes e prótese total fixa (PTF) suportada por cinco implantes foram enceradas usando cilindros de mini pilar totalmente calcináveis ou sobrefundidos (n=10). A partir das infraestruturas enceradas, os modelos de trabalho foram confeccionados utilizando análogos de implante (Hexágono Externo - 4.1mm) parafusados a mini pilares e um índex de gesso foi confeccionado utilizando análogos modificados de mini pilar. Quatro grupos foram obtidos de acordo com o tipo de prótese (PPF ou PTF) e cilindro protético (calcinável ou sobrefundido) avaliado. As infraestruturas foram fundidas em liga de CoCr e os parafusos apertados com 20Ncm (mini pilar) e 10Ncm (protético) utilizando torquímetro digital. Após 24 horas, o torque de afrouxamento e o desajuste inicial foram avaliados. O desajuste foi aferido por meio do teste do parafuso único. A análise de tensão foi realizada por meio de strain gauges colados na superfície dos análogos modificados, formando ¼ de ponte de Wheatstone. Os parafusos foram reapertados e as amostras submetidas a 106 de ciclos mecânicos (2Hz/280N). As mensurações finais foram realizadas e os resultados submetidos à Anova - 2 fatores/Teste de Tukey HSD e correlação de Pearson (?=0,05). Não houve diferença no desajuste para todos os intervalos de tempo e grupos avaliados no índex de gesso (p>0,05). As infraestruturas sobrefundidas apresentaram maior tensão que as obtidas com cilindros calcináveis (PPF: Inicial p=0,0047; Final p=0,0004; PTF: Inicial p=0,0476; Final p=0,0115). Não houve influência da ciclagem mecânica na tensão (p>0,05). No modelo de trabalho, as PPFs confeccionadas com cilindros calcináveis apresentaram maior desajuste que as sobrefundidas (Inicial: p=0,0005; Final: p=0,0007). As PTFs apresentaram desajuste similar (p>0,05). A ciclagem mecânica não influenciou o desajuste em ambos os modelos avaliados (p>0,05). Os parafusos de mini pilar das PTFs sobrefundidas apresentaram menor torque de afrouxamento que o grupo calcinável após a ciclagem mecânica (p=0,0024). Os parafusos protéticos dos grupos calcináveis apresentaram menor torque de afrouxamento que os sobrefundidos no tempo final (PPF: p=0,0013; PTF: p=0,0064). O torque de afrouxamento dos parafusos protéticos das PPFs calcináveis diminuiu após a ciclagem mecânica (p=0,0044). Correlação negativa foi observada entre o desajuste e o torque de afrouxamento dos parafusos protéticos (PPF: r=-0,49523 p=0,0012; PTF: r=-0,31423 p=0,0483). Não houve correlação entre o desajuste e a tensão (PPF: r=0,24 p>0,05; PTF: r=0,21 p>0,05). Conclui-se que o benefício do cilindro utilizado em relação à adaptação depende do tipo de prótese e componente sobre o qual o desajuste é avaliado. Próteses confeccionadas com cilindros sobrefundidos geram maior tensão e apresentam maior estabilidade dos parafusos protéticos. A ciclagem mecânica não influencia o desajuste e a tensão de próteses múltiplas, mas reduz o torque de afrouxamento em infraestruturas com maior desadaptação. Não existe correlação entre desajuste vertical decorrente da fundição e a tensão. Contudo, há correlação entre o desajuste marginal e o torque de afrouxamento dos parafusos protéticos mediante a ação de forças dinâmicas (AU)

Processo FAPESP: 11/02841-7 - Efeito da ciclagem mecânica e da técnica de fundição das infraestruturas sobre o desajuste marginal, tensão, e torque de afrouxamento em próteses múltiplas implantossuportadas
Beneficiário:Cláudia Lopes Brilhante Bhering
Modalidade de apoio: Bolsas no Brasil - Mestrado