Busca avançada
Ano de início
Entree


Identificação e expressão gênica das enzimas arginase 1, arginase 2, e citocinas pró-inflamatórias em Pseudoplatystoma corruscans e Pseudoplatystoma reticulatum, imunizados com Ichthyophthirius multifiliis

Texto completo
Autor(es):
Gabriel Sassarão Alves Moreira
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Tese de Doutorado
Imprenta: Pirassununga.
Instituição: Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Zootecnica e Engenharia de Alimentos (FZE/BT)
Data de defesa:
Membros da banca:
Antonio Augusto Mendes Maia; Hélio José Montassier; Paulo Sérgio Monzani; Fabiana Pilarski; Ricardo Luiz Moro de Sousa
Orientador: Antonio Augusto Mendes Maia
Resumo

O protozoário ciliado Ichthyophthirius multifiliis causador da doença dos pontos brancos em muitas espécies de peixes de água doce destaca-se como um importante patógeno por ser responsável por grandes perdas para a indústria de pescados mundial. Duas espécies de peixes de grande importância para a economia no Brasil foram selecionadas para este estudo, o pintado (Pseudoplatystoma corruscans (Spix & Agassiz, 1829) e a cachara (Pseudoplatystoma reticulatum (Eigenmann & Eigenmann, 1889). Com o objetivo de avaliar a resposta imune destes peixes frente ao parasita, inicialmente, o protozoário I. multifiliis foi isolado e repicado em P. corruscans para a obtenção da forma infectante (teronte) utilizada nas imunizações. A identificação molecular dos peixes foi realizada através da amplificação e sequenciamento do gene RAG2 mostrando que as espécies puras são homozigotas enquanto o híbrido é heterozigoto para este gene. Através de PCR foi realizada ainda a caracterização parcial dos genes arginase 1, arginase 2, IL-1β, IL-8 e TNF-α dos peixes pertencentes a família Pseudoplatystoma que resultaram em amplificações de sequências com aproximadamente 530, 815, 400, 280 e 300 pb, respectivamente, que foram usadas para a construção de primers específicos utilizados nas análises de expressão gênica por PCR em tempo real (qPCR). A expressão gênica em P. corruscans e P. reticulatum imunizados com terontes vivos de I. multifiliis foram verificadas 6, 12, 18 e 24 horas após imunização, sendo retirada amostras do baço, fígado e rim anterior dos peixes. No geral a expressão dos genes destes órgãos em P. corruscans apresentam um padrão semelhante de regulação. Um aumento significativo de expressão em relação ao período de imunização foi verificado para: a arginase 2 as 6 e 18 horas no baço, as 6 h no fígado e as 6, 18 e 24 horas no rim cranial; o gene da IL1-β as 24 h no fígado e 18 h e 24 h no rim cranial; e o gene da IL-8 somente as 18 h no baço. Já os genes arginase 1 e TNFα não tiveram regulação significativa nos períodos. Para P. reticulatum observou-se que somente o baço teve aumento na regulação com diferenças significativas nos períodos para arginase 2, IL-8 e TNFα, as 6 e 18 horas, já os genes arginase 1 e IL1-β não apresentaram alterações significativa. (AU)

Processo FAPESP: 13/16738-9 - Expressão gênica em Pseudoplatystoma corruscans, Pseudoplatystoma reticulatum, e seu híbrido imunizados com Ichthyophthirius multifiliis
Beneficiário:Gabriel Sassarão Alves Moreira
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Doutorado