Busca avançada
Ano de início
Entree


Avaliação da resistência de união, nanoinfiltração e adaptação marginal de sistemas resinosos bulk-fill submetidos a envelhecimento termomecânico

Texto completo
Autor(es):
Renata Pereira
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Dissertação de Mestrado
Imprenta: Piracicaba, SP.
Instituição: Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Faculdade de Odontologia de Piracicaba
Data de defesa:
Membros da banca:
Flavio Henrique Baggio Aguiar; Núbia Inocencya Pavesi Pini; Giselle Maria Marchi
Orientador: Flavio Henrique Baggio Aguiar
Resumo

Este estudo teve como objetivo avaliar a resistência de união (RU) por microtração, nanoinfiltração (NI) e adaptação marginal (AM) de três compósitos fotopolimerizáveis bulk-fill, comparando-os com um nanocompósito convencional, após serem submetidos ou não a ciclagens mecânica e térmica (CMT). Noventa e seis terceiros molares humanos hígidos foram selecionados e divididos em 8 grupos (n=12), de acordo com o tipo de compósito: Filtek Z350 XT ¿ 3M ESPE (Z350), Tetric N-Ceram Bulk Fill ¿ Ivoclar Vivadent (TET), Filtek Bulk Fill Posterior Restorative - 3M ESPE (FBF) e SonicFill ¿ KAVO Kerr (SF) e envelhecimento: Com CMT e sem CMT. As amostras foram restauradas em uma cavidade classe I (5mm no sentido mésio-distal, 4mm vestíbulo-lingual e 4 mm de profundidade), envelhecidas ou não e submetidas a RU (n=7) por meio de palitos obtidos da região restaurada. Para NI, dois palitos de cada dente foram selecionados para se avaliar a infiltração por íons de nitrato de prata. Para AM (n=5), os dentes foram seccionados paralela e perpendicularmente à superfície oclusal e a partir de impressões das superfícies obtidas, foram confeccionadas réplicas em resina epóxica. O padrão de fratura, NI e a AM das paredes circundantes e de fundo da cavidade foram avaliados através de microscópio eletrônico de varredura. As análises quantitativas de NI e AM foram realizadas com o auxílio do software ImageJ e os dados obtidos de todos os testes foram submetidos à análise estatística ANOVA dois fatores e teste de Tukey (? = 0.05). Os resultados mostraram que TET apresentou maiores valores de RU quando comparado a SF. Z350 e FBF apresentaram valores de RU estatisticamente semelhantes aos demais. Os padrões de fratura mais comumente ocorridos foram coesiva em resina ou adesiva para todos os compósitos, exceto para FBF não submetido a CMT, que apresentou maior porcentagem de falhas mistas. Quando submetidos a CMT, a taxa de falhas adesivas aumentou para todos os compósitos, exceto para TET, que teve sua taxa de falhas mistas aumentada. Quanto à NI, os maiores valores foram obtidos por TET, diferindo significativamente dos demais, que apresentaram resultados semelhantes entre si. Quando não submetidos a CMT, os menores valores de formação de fenda nas paredes de fundo foram obtidos por TET e SF, diferindo estatisticamente dos demais, que não diferiram entre si. Quando submetidos a CMT, FBF apresentou os maiores valores de formação de fenda nas paredes de fundo, seguido por Z350 e SF. TET não diferiu estatisticamente de FBF e Z350. As maiores porcentagens de formação de fenda nas paredes circundantes foram obtidas por Z350, independente de ter sido submetido ou não a CMT. Quando não submetidos a CMT, os demais compósitos apresentaram os menores valores de formação de fenda e não diferiram estatisticamente entre si. Quando submetidos a CMT, TET e SF apresentaram os menores valores. FBF não diferiu significativamente dos demais. O envelhecimento das amostras por meio de CMT afetou somente os resultados de AM. Concluiu-se que os compósitos bulk-fill testados apresentaram desempenho semelhante ao nanocompósito convencional e se mantiveram estáveis diante dos desafios do envelhecimento (AU)

Processo FAPESP: 15/23201-7 - Avaliação da Adaptação Marginal, Nanoinfiltração e Resistência à União de Sistemas Resinosos Bulk-fill submetidos à envelhecimento termomecânico
Beneficiário:Renata Pereira
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Mestrado