Busca avançada
Ano de início
Entree


Avaliação mecanica e fotoelastica de diferentes tecnicas de fixação interna rigida da osteotomia sagital em avanços mandibulares

Texto completo
Autor(es):
Fábio Ricardo Loureiro Sato
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Dissertação de Mestrado
Imprenta: Piracaba, SP.
Instituição: Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Faculdade de Odontologia de Piracicaba
Data de defesa:
Membros da banca:
Marcio de Moraes; Cassio Edvard Sverzut; Roger William Fernandes Moreira
Orientador: Marcio de Moraes; Luciana Asprino
Resumo

O objetivo desse trabalho foi avaliar a resistência mecânica e as áreas de tensões geradas num modelo fotoelástico para quatro técnicas de fixação da osteotomia sagital dos ramos mandibulares (OSRM). Para isso, foi utilizada uma amostra de 50 réplicas de hemimandíbulas confeccionadas em poliuretano e submetidas a teste de carregamento linear para avaliar 4 técnicas de fixação da OSRM: 3 parafusos dispostos linearmente a 90º e a 60º, 3 parafusos em "L" invertido e 1 miniplaca com extensão de titânio de 4 furos, mais o grupo controle. Para o teste fotoelástico, oito hemimandíbulas foram confeccionadas em resina fotoelástica e submetidas a um deslocamento de 3 mm. Os resultados dos testes mecânicos mostraram que as fixações utilizando parafusos em disposição linear a 90º e em "L" invertido foram os que apresentaram maior resistência, seguido pela linear a 60º e com miniplacas com extensão e parafusos. Em relação à distribuição de tensões, as mesmas se concentram principalmente nas regiões de parafusos próximo as osteotomias e à base da mandíbula para parafusos linear a 90º e em "L" invertido, junto aos parafusos para a distribuição linear a 60º e nos parafusos próximo à osteotomia e mais distalmente para a fixação com miniplacas. Dessa forma, pode-se afirmar que a fixação em disposição linear a 90º e em "L" invertido apresentaram melhor resistência mecânica. Nos testes fotoelásticos ficou evidente que nestas disposições dos parafusos ocorreu a melhor distribuição de tensão, não tendo havido a concentração de tensão apenas ao redor dos parafusos, como ocorreu com os parafusos lineares a 60º e miniplacas com parafusos, fato que pode explicar a menor resistência destas formas de fixação. (AU)

Processo FAPESP: 06/54109-0 - Avaliação biomecânica e fotoelástica para avaliação de diferentes técnicas de fixação interna rígida da osteotomia sagital em avanços mandibulares
Beneficiário:Fabio Ricardo Loureiro Sato
Modalidade de apoio: Bolsas no Brasil - Mestrado