Busca avançada
Ano de início
Entree


Em distantes paragens: demografia, riqueza, escravidão e mercado em Santa Rita do Turvo na segunda metade do oitocentos

Texto completo
Autor(es):
Fernando Antonio Alves da Costa
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Tese de Doutorado
Imprenta: São Paulo.
Instituição: Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH/SBD)
Data de defesa:
Membros da banca:
Jose Flavio Motta; Luciana Suarez Lopes; Fábio Faria Mendes; Nelson Hideiki Nozoe; Agnaldo Valentin
Orientador: Jose Flavio Motta
Resumo

Analisamos a riqueza inventariada em Santa Rita do Turvo na segunda metade do século XIX. Inicialmente abordamos o nível de concentração e a composição dos recursos declarados. Posteriormente investigamos separadamente os principais grupos de ativos que compuseram os patrimônios dos indivíduos que faleceram ao longo do período recuperado e que foram inventariados. A análise particularizada permitiu qualificar o tipo de escravidão vigente, a paisagem agrária predominante e o mercado da localidade. Sustentamos que a produção de gêneros configurada em Santa Rita do Turvo assumiu proporções relevantes, conheceu certa estabilidade no correr da segunda metade do Oitocentos e conferiu movimento ao cenário econômico da localidade, independentemente de conexões com regiões de economias mais complexas e vultosas. Contudo, admitimos que as questões apontadas na tese tiveram como base um grupo restrito da população da localidade e não o conjuntos de seus habitantes. Certamente este aspecto conferiu limites para as análises realizadas. (AU)

Processo FAPESP: 10/09873-9 - Em distantes paragens: demografia, riqueza, escravidão e mercado em Santa Rita do Turvo na segunda metade do Oitocentos.
Beneficiário:Fernando Antonio Alves da Costa
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Doutorado