Busca avançada
Ano de início
Entree
Conteúdo relacionado


Pedagogia da atuação: um estudo sobre o trabalho teatral de Augusto Boal no exílio latino-americano

Texto completo
Autor(es):
Patrícia Freitas dos Santos
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Dissertação de Mestrado
Imprenta: São Paulo.
Instituição: Universidade de São Paulo (USP). Escola de Comunicações e Artes (ECA/SBD)
Data de defesa:
Membros da banca:
Sérgio Ricardo de Carvalho Santos; Maria Silvia Betti; Priscila Saemi Matsunaga
Orientador: Sérgio Ricardo de Carvalho Santos
Resumo

A pesquisa visa ao estudo e análise das peçasde Augusto Boal produzidas no exílio em Buenos Aires entre os anos de 1971 e 1976, como referências para uma compreensão do conjunto de suas atividades artísticas em um período de mudanças. Tal fase, marcada por deslocamentos por países da América Latina, como Uruguai, Peru, Argentina e Chile, retrata, no plano da prática teatral, a urgência na procura de uma dramaturgia capaz de dar continuidade ao debate cultural paralisado pelo AI-5 e pelo banimento. Sua produção, que passa a ser ainda mais teorizante e pedagógica, elaborada em um momento de grande repressão política e cultural - não só no âmbito nacional, mas em toda a América Latina, - surge em diálogo com a desarticulação da esquerda nos países latinos. É um momento em que o teatrólogo busca novas formas interpretativas e artísticas capazes de suscitar a possibilidade de transformação social. A pesquisa procura, assim, debater os impasses que caracterizaram a nova posição do artista de teatro engajado naqueles cinco anos em que Boal ensaia diversas formas de atuação política através da arte. (AU)

Processo FAPESP: 13/07357-1 - Pedagogia da atuação: um estudo do trabalho teatral de Augusto Boal no exílio latino-americano
Beneficiário:Patricia Freitas dos Santos
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Mestrado