Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo do potencial miogenico das celulas tronco mesenquimais e embrionarias no modelo murino da distrofia muscular de duchenne.

Processo: 05/50249-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2005
Vigência (Término): 31 de julho de 2007
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética
Pesquisador responsável:Mariz Vainzof
Beneficiário:Danielle Ayub de Barros Guerrieri Pinheiro
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:98/14254-2 - Centro de Estudos do Genoma Humano, AP.CEPID
Assunto(s):Distrofias musculares   Células-tronco mesenquimais   Células-tronco embrionárias   Terapia baseada em transplante de células e tecidos

Resumo

As distrofias musculares constituem um grupo heterogêneo de doenças caracterizadas por uma degeneração progressiva e irreversível da musculatura esquelética. A deficiência da proteína muscular distrofina é o defeito primário das formas de distrofias humanas de Duchenne (DMD) e Becker (BMD), e é também observada no camundongo mdx, que tem uma mutação de ponto no exon 23 do gene da distrofina. Essa proteína, localizada no citoesqueleto de músculos esqueléticos e cardíacos, tem como função manter o tráfego de informações através da membrana da célula muscular, além de manter a sua estabilidade. Pesquisas a respeito de células tronco provenientes de medula óssea, principalmente as do tipo mesenquimal, mostraram que, sob certas condições in vitro, podem proliferar indefinidamente, sendo capazes de originar quase todas as linhagens celulares de diferentes funções. Além disso, o caráter totipotente das células tronco embrionárias oferece um enorme potencial para o repovoamento do músculo e expressão de proteínas deficientes. Com base nestes dados, será testado o possível potencial miogênico de células tronco mesenquimais e embrionárias na terapia da distrofia, utilizando o modelo murino mdx. Os experimentos serão realizados in vivo e in vitro, através da detecção da proteína distrofina em camundongos distróficos injetados com células tronco e em experimentos de co-cultura. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
PINHEIRO, Danielle Ayub de Barros Guerrieri. Estudo do potencial miogênico das células tronco mesenquimais e embrionárias no modelo murino da Distrofia Muscular de Duchenne. 2008. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Biociências (IBIOC/SB) São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.