Busca avançada
Ano de início
Entree

O perfil e a origem da secreção de progesterona durante o proestro

Processo: 04/11877-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2005
Vigência (Término): 31 de março de 2006
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Saúde Materno-infantil
Pesquisador responsável:Janete Aparecida Anselmo Franci
Beneficiário:Fernanda Vieira Rodovalho Callegari
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto (FORP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Reprodução humana   Glândulas suprarrenais   Ovulação   Progesterona   Proestro   Modelos animais

Resumo

Visto que: 1) A ovulação é o evento central do ciclo reprodutivo, 2) a ovulação é dependente de uma descarga aguda de hormônio luteinizante (LH) e de folículo estimulante (FSH), induzida pelo hormônio liberador das gonadotrofinas (GnRH), 3) a ocorrência do pico pré-ovulatório de gonadotrofinas depende de um aumento na secreção de estradiol, 4) um aumento pré-ovulatório nas concentrações plasmáticas de progesterona é imprescindível para que o pico pré-ovulatório ocorra na magnitude e no tempo necessários para promover a ovulação com sucesso e que 5) muitas evidências apontam a adrenal como uma importante fonte secretora de progesterona na fase pré-ovulatória do ciclo reprodutivo, o objetivo do nosso trabalho é investigar o perfil e a origem da secreção de progesterona em ratas durante o proestro, fase do ciclo na qual ocorre o pico pré-ovulatório de gonadotrofinas. Para tal, serão utilizadas ratas Wistar adultas, pesando cerca de 300g, com 3 a 4 ciclos regulares. Às 7h da manhã do proestro, as ratas serão submetidas apenas à canulação da veia jugular (Controle) ou a este procedimento conjuntamente com adrenalectomia bilateral ou ovariectomia bilateral ou ambas. Nos quatro grupos a serem estudados, amostras de sangue serão colhidas a cada 15 minutos das 11 às 13h45 e a cada hora das 14 às 19h. Nas amostras colhidas no primeiro intervalo de tempo serão dosados ACTH, progesterona, corticosterona e nas amostras colhidas no segundo intervalo de tempo além desses hormônios, será também dosado o LH. Na manhã do estro, após a decapitação, os ovários serão retirados, dissecados e as trompas de falópio separadas para verificação da presença de óvulos. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
CALLEGARI, Fernanda Vieira Rodovalho. Perfil da secreção de progesterona em ratas no proestro: uma nova proposta para o controle do pico pré-ovulatório de LH. 2008. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (PCARP/BC) Ribeirão Preto.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.