Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização bioquímica e farmacológica de uma potencial neurotoxina de veneno da serpente Micrurus corallinus (cobra coral)

Processo: 98/00070-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de junho de 1998
Vigência (Término): 30 de novembro de 2000
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Biologia Molecular
Pesquisador responsável:Euridice Carmona
Beneficiário:Solange Maria da Silva
Instituição-sede: Instituto Butantan. Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Venenos de serpentes   Neurotoxinas   Micrurus corallinus

Resumo

A bioquímica do veneno da cobra coral é pouco conhecida, principalmente devido à escassez de veneno e à dificuldade de manutenção destes animais em cativeiro. Recentemente, através da técnica de biologia reversa, foi possível a clonagem de diversos genes da glândula de veneno desta serpente que mostraram homologia com lectinas, fatores natriuréuticos, fosfolipases A2 e neurotoxinas (Ho e cols., 1995). Para confirmar se estes genes realmente codificam para estas proteínas, deve ser feita a expressão destes cDNAs, o isolamento das toxinas recombinantes e posteriormente ensaios de atividade bioquímica, imunológica e farmacológica, e assim definir a sua identidade estrutural e funcional. O presente trabalho tem como meta a expressão e caracterização bioquímica e farmacológica do clone VI, que parece codificar para uma neurotoxina da cobra coral. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)