Busca avançada
Ano de início
Entree

Relacoes objetais na esquizofrenia: um estudo comparativo.

Processo: 98/06592-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de agosto de 1998
Vigência (Término): 30 de novembro de 2001
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Psiquiatria
Pesquisador responsável:Sergio Luís Blay
Beneficiário:Wilze Laura Bruscato
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Esquizofrenia   Psicanálise

Resumo

Partindo-se do conceito psicanalítico de relações objetais, que diz respeito à capacidade dos indivíduos para os relacionamentos humanos e dos sintomas negativos que são o pano de fundo da esquizofrenia, este projeto se propõe a avaliar as relações objetais em pacientes com diagnóstico de esquizofrenia. No presente estudo, o Borrti - forma o será usado para testar a relevância das relações objetais na esquizofrenia, para determinar em que medida um padrão distinto de déficits das relações objetais aparece numa amostra de sujeitos com diagnóstico de esquizofrenia e comparar estes sujeitos entre si (nos subtipos e os crônicos com os de 1º surto). Pretende-se ainda, investigar a singularidade e a especificidade dos déficits de relacionamento no processo esquizofrênico que não sejam devidos a cronicidade. Outros instrumentos serão aplicados para o manejo de outras variáveis. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)