Busca avançada
Ano de início
Entree

Padrões faunísticos na Floresta Atlântica: os pequenos mamíferos (Didelphimorphia, Rodentia, Chiroptera)

Processo: 01/08602-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2001
Vigência (Término): 30 de setembro de 2004
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Zoologia Aplicada
Pesquisador responsável:Mario de Vivo
Beneficiário:Michel Miretzki
Instituição-sede: Museu de Zoologia (MZ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:98/05075-7 - Evolução e conservação sistemáticas de mamíferos no Leste brasileiro, AP.BTA.TEM
Assunto(s):Mata Atlântica   Riqueza de espécies   Mamíferos   Biogeografia   Conservação biológica

Resumo

A Floresta Atlântica (FA) é hoje um ecossistema ameaçado, com menos de 5% da cobertura original. Sua mastofauna é diversificada (229 espécies), com elevado endemismo (73), principalmente roedores. Recentemente foi elaboração um projeto que pretende descrever as suas várias facetas mastozoológicas (Projeto Sistemática, Evolução e Conservação de Mamíferos do Leste Brasileiro, Programa Biota-FAPESP) ao qual minha proposta está integrada. Meu objetivo é descrever a riqueza de espécies de 4 comunidades de pequenos mamíferos da FA e compará-las entre si. Este inventário irá prover parâmetros-básicos (altitude, tipo de vegetação), que irão fomentar os registros museológicos do Temático. Ao reunir estas informações, poderei delimitar áreas de endemismos na Floresta Atlântica e compará-las com as já existentes. Considerarei ainda, as possíveis causas que influenciaram os padrões de distribuição atuais de mamíferos na Floresta Atlântica: se fatores históricos, através da cronologia dos grupos na América do Sul, ou ecológicos recentes. Visitarei as quatro áreas selecionadas duas vezes, perfazendo um total de 60 dias de trabalho, distribuídos igualmente entre o período mais e o menos chuvoso. Os métodos que empregarei em campo alinham-se ao Temático (redes-neblina, armadilhas de captura-viva, armadilhas-de-queda). O equipamento será disposto de forma a representar o maior número possível de habitats. Os exemplares coligidos serão destinados ao Museu de Zoologia USP. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
MIRETZKI, Michel. Padrões de distribuição de mamíferos na Floresta Atlântica brasileira. 2006. ix,294 f. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Biociências São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.