Busca avançada
Ano de início
Entree

A encenação documentária

Processo: 10/11478-0
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Vigência (Início): 27 de dezembro de 2010
Vigência (Término): 14 de março de 2011
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Artes - Cinema
Pesquisador responsável:Fernão Vitor Pessoa de Almeida Ramos
Beneficiário:Fernão Vitor Pessoa de Almeida Ramos
Anfitrião: Michel Marie
Instituição-sede: Instituto de Artes (IA). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Local de pesquisa: Université Sorbonne Nouvelle - Paris 3, França  
Assunto(s):Documentário   Documentário cinematográfico   Encenação   Bibliografias

Resumo

A solicitação de auxílio tem como justificativa permitir o acesso à bibliografia e filmografia em Cinema Documentário. A proposta envolve levantamento de dados e redação de texto sobre o tema. O objetivo é concluir a última parte de uma trilogia em Cinema Documentário, na forma de um livro. O eixo do desenvolvimento será o conceito "encenação", através do qual tentaremos sustentar uma migração para o campo do documentário. Para pensarmos a cena documentária ampliaremos semanticamente a noção de "cena", para fazê-lo caber em estruturas que nem sempre aparecem como próximas do conceito de "mise-en-scène". Devemos reconhecer que a exuberância estilística da "mise-en-scène" do cinema de ficção, constitui-se de modo distinto no campo documentário. Ao pensarmos a encenação documentária, em seu núcleo criativo, nos deparamos com a movimentação do corpo na cena, devedor da natureza da imagem mediada pela câmera, na tomada. A encenação documentária traz em seu centro a noção de tomada. Quando a encenação na tomada for explorada estilisticamente em sua radical indeterminação, ligando-se umbilicalmente ao transcorrer presente, em sua tensão de futuro ambíguo, a chamaremos de "encenação direta", ou "encena-ação/afecção". Quando for refratária a indeterminação do tempo presente, trabalhando com a encenação em estúdios, decupada em planos prévios por roteiro, a chamaremos de "encenação-construída". Os dois tipos de mise-en-scène documentária, a 1)"encenação-direta" e a 2)"encenação-construída", constituem as formas privilegiadas da estilística narrativa documentária. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)