Busca avançada
Ano de início
Entree

Crianças e adolescentes abrigados: um estudo das representações sociais sobre a instituição abrigo

Processo: 08/57234-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2008
Vigência (Término): 30 de novembro de 2009
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia - Tratamento e Prevenção Psicológica
Pesquisador responsável:Alda Patrícia Fernandes Nunes Rangel
Beneficiário:Natalia Cristina Silveira
Instituição-sede: Unidade de Ensino de Lorena. Centro Universitário Salesiano de São Paulo (UNISAL). Liceu Coração de Jesus. Lorena , SP, Brasil
Assunto(s):Crianças   Adolescentes   Crianças abrigadas   Saúde mental

Resumo

As Instituições Abrigo para crianças e adolescentes no Brasil, em geral, estão passando por transformações, visando às prerrogativas do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). Mesmo com estas transformações, pesquisas têm apontado falhas em sua dinâmica, pois, muitas vezes, a situação de abrigamento ao invés de se apresentar como uma medida provisória, de proteção e cuidados, acaba por institucionalizar e segregar esta população, causando sérios prejuízos emocionais, sociais e psicológicos. Tal fato exige o desenvolvimento de políticas públicas eficazes e comprometidas com a transformação desta realidade social. Por outro lado, para que esta transformação seja operada deve-se considerar o que pensam e sentem todos os atores sociais envolvidos na problemática estudada, inclusive os verdadeiros protagonistas desta situação, ou seja, as crianças e adolescentes em situação de abrigamento. Partindo, assim, deste princípio, o presente projeto de pesquisa objetiva compreender as representações sociais que crianças e adolescentes abrigados têm da situação de abrigamento, dando a estes atores sociais voz ativa para que possam expressar-se quanto as suas percepções sobre esta situação. Para tanto, serão utilizados uma entrevista semi-dirigida e o Procedimento de Desenhos Estórias com Tema (PD-ET) com 30 crianças e adolescentes abrigados em instituições de três cidades do Vale do Paraíba, estado de São Paulo. Os dados das entrevistas serão analisados por meio da Análise de Conteúdo (BARDIN, 1997). Já o PD-ET será analisado pelo referencial proposto por Aiello-Vaisberg (1997), numa perspectiva da Teoria das Representações Sociais. Além de um momento de reflexão sobre a realidade institucional dos Abrigos e como esta é percebida, significada e representada pelas crianças e adolescentes, o referido projeto e seus resultados podem colaborar para se pensar em estratégias eficazes de intervenção institucional no contexto de abrigamento. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)