Busca avançada
Ano de início
Entree

Exploração do timbre e da oralidade na composição de canções populares

Processo: 09/01857-7
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de maio de 2009
Vigência (Término): 31 de outubro de 2010
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Artes - Música
Pesquisador responsável:Paulo de Tarso Camargo Cambraia Salles
Beneficiário:Marcelo Costa Segreto
Instituição Sede: Escola de Comunicações e Artes (ECA). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:canção popular | canção popular

Resumo

Este projeto tem como proposta central a composição de canções populares a partir de procedimentos composicionais característicos de certas correntes da música erudita do século XX combinados com processos criativos muito explorados na canção popular brasileira. Dessa forma, no que diz respeito ao plano musical, pretende-se, entre outras possibilidades técnicas, utilizar o timbre como um elemento fundamental de estruturação bem como trazer para o trabalho de invenção a construção/justaposição de objetos sonoros e a criação a partir de texturas. Procura-se assim um caminho alternativo àquele do pensamento harmônico triádico baseado na melodia acompanhada por acordes, recurso largamente utilizado na música popular. Por outro lado, este trabalho também se baseará em fundamentos composicionais próprios da canção popular. Primeiramente, contemplará a idéia que relaciona este gênero artístico à fala cotidiana, pela naturalidade oral com que os cancionistas praticam a entoação do texto poético-musical. Dessa maneira, o projeto procurará reconstituir na configuração sonora do texto verbal, os gestos característicos da oralidade. Além desta remissão à fala, conhecida como figurativização¹, o trabalho abarcará outros dois procedimentos cancionais denominados passionalização e tematização. Através desses três processos combinados entre si e ligados às técnicas da música erudita contemporânea já mencionadas acima pretende-se pesquisar novas possibilidades criativas para a composição de canções populares.1. Os termos em itálico pertencem à teoria semiótica francesa e são utilizados por Luiz Tatit na análise semiótica da canção popular.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)