Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo dos efeitos da angiotensina ii no sistema cardiovascular: papel modulador dos receptores de cininas.

Processo: 07/59278-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2009
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2011
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Farmacologia Cardiorenal
Pesquisador responsável:Maria Helena Catelli de Carvalho
Beneficiário:Graziela Scalianti Ceravolo
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Angiotensina II   Hipertensão   Coração   Endotélio vascular   Reatividade cardiovascular

Resumo

A hipertensão arterial e suas conseqüências, como o remodelamento cardíaco, são fatores de risco para morbidade e mortalidade cardiovascular, por implicarem em maior chance de desenvolvimento de insuficiência cardíaca e doença arterial coronariana. O Sistema Renina-Angiotensina está relacionado com a patogênese de doenças cardiovasculares e participa do remodelamento cardíaco. O principal peptídeo deste sistema, a angiotensina II (Ang II), promove ativação de vias intracelulares relacionadas a vaso constrição, ao crescimento celular e inflamação. O Sistema Calicreína-Cininas é um importante modulador das funções cardiocirculatórias e por meio de receptores B1 (induzíveis) e B2 (constitutivos) as cininas participam de processos como vaso dilatação e inflamação. Estudos demonstram que o controle das funções cardiovasculares é resultado, em parte, da interação entre componentes dos Sistemas Calicreína-Cininas e Renina-Angiotensina e que a maior formação de Ang II pode levar ao desenvolvimento de doenças como a hipertensão. Recentemente, foi descrito por nosso grupo um novo ponto de interação entre estes sistemas. Foi observado que altos níveis plasmáticos e teciduais de Ang II podem induzir a expressão funcional de receptores B1 de cininas na aorta de ratos, e esta indução está relacionada com a geração de espécies reativas de oxigênio e ativação do fator de transcrição - kB. Considerando, que a participação da Ang II na patogênese de doenças cardíacas envolve aumento da geração de espécies reativas de oxigênio, ativação de vias de sinalização do processo inflamatório e mitogênico e que nestas situações de injúria pode existir aumento da expressão de receptores de cininas, o presente projeto fundamenta-se na investigação do papel modilatório dos receptores de cininas nas ações da Ang II sobre estrutura e função cardíaca e de coronárias de resistência. Utilizando ratos hipertensos por infusão de Ang II propõe-se avaliar: a) participação dos receptores B1 e B2 sobre os efeitos hemodinâmicos e sobre a estrutura e função cardíaca; b) reatividade de artérias coronárias de resistência aos agonistas de receptores B1 (dês-Arg9-bradicininas) e B2 bradicinina. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)