Busca avançada
Ano de início
Entree

O saber imanente Guarani-Mbya e a escola estatal: um estudo de caso

Processo: 10/06001-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2010
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2010
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Antropologia - Etnologia Indígena
Pesquisador responsável:Rosemary Segurado
Beneficiário:Jan-Arthur Bruno Eckart
Instituição-sede: Escola de Sociologia e Política de São Paulo (ESP). Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo (FESPSP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Antropologia política   Educação indígena   Indigenização

Resumo

Este projeto de pesquisa tem por objetivo alargar a discussão acerca da relação entre a "escola indígena diferenciada" estatal e os processos de aprendizagem propriamente indígenas, ou mais especificamente, Guarani-Mbya. Para tanto será feito um estudo de caso sobre a escola na aldeia Guarani-Mbya do Krukutu, situada em Parelheiros na capital paulista. Envolvendo pesquisa bibliográfica e etnográfica, os pressupostos que orientarão nosso trabalho se assentam principalmente na antropologia política de Pierre Clastres e na ideia de "indigenização da modernidade" de Marshall Sahlins. Da mesma maneira, atentos a um recorte geracional, exigido pelo nosso objeto, trabalharemos com a proposta de uma "antropologia da criança" de Clarice Cohn. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)