Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos de diferentes tipos de exercícios na resposta metabólica relacionada à qualidade de vida, adesão ao tratamento e condicionamento físico de adultos portadores de HIV/AIDS

Processo: 10/10569-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2010
Vigência (Término): 30 de setembro de 2011
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fisioterapia e Terapia Ocupacional
Pesquisador responsável:Celso Ricardo Fernandes de Carvalho
Beneficiário:Amarílis Falconi
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Condicionamento físico   Treinamento aeróbio   Treinamento de força   HIV   AIDS   Qualidade de vida   Adesão à medicação

Resumo

Atualmente, a AIDS (Acquired Immunodeficiency Syndrome) é considerada uma doença crônica e, em vista desse panorama, iniciativas para melhorar a qualidade de vida das pessoas infectadas pelo HIV (Human Immunodeficiency Virus), estão sendo estudadas. A atividade física tem sido utilizada em pessoas que vivem com HIV, porém as evidências de que ela é benéfica para estes indivíduos ainda são discutidas, tendo em vista a grande variação dos resultados e não existem estudos comparando a utilização do exercício aeróbio e do exercício resistido nestes indivíduos, impossibilitando melhor compreensão de seus efeitos nesta população. Em vista disso, o objetivo do presente estudo será comparar os benefícios do exercício aeróbio e do exercício resistido nos aspectos clínicos e metabólicos de adultos portadores de HIV, buscando avaliar a relação entre os benefícios da qualidade de vida, do condicionamento físico e da adesão ao tratamento. Serão estudados 30 participantes, divididos igual e aleatoriamente em 2 grupos: atividade aeróbia ou resistida. O programa de exercícios supervisionados 2 vezes por semana, por 10 semanas. Antes e após o programa de treinamento, serão avaliadas a resposta metabólica, a capacidade física, a qualidade de vida e a adesão à medicação, utilizando-se testes e questionários específicos. A análise e comparação dos dados serão realizadas por meio de instrumentos estatísticos descritivos e inferenciais como a análise de variância (ANOVA) de 2 fatores (variáveis estudadas), teste t de Student pareado (dados antropométricos e clínicos) e teste de correlação de Pearson. Será estabelecido nível de significância em 5% (p<0,05). (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)