Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da capacidade de prevenção da reestenose e promoção de endotelização por meio da atividade biológica de novos materiais eluidores de óxido nítrico

Processo: 10/10674-0
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2010
Vigência (Término): 30 de setembro de 2013
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Biofísica - Biofísica de Processos e Sistemas
Pesquisador responsável:Marta Helena Krieger
Beneficiário:Claudia Lumy Yano
Instituição Sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:06/53266-4 - Química, fotoquímica e aplicações biológicas de complexos de rutênio com óxido nítrico e assemelhados de solução a materiais, AP.TEM
Assunto(s):Óxido nítrico
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Endotelização | Oxido Nitrico | Reestense | Fisiologia de Órgãos e Sistemas

Resumo

A reestenose intra-stent é o problema clínico limitante no tratamento invasivo das lesões de aterosclerose. A formação da neo-íntima intra-stent ocorre em decorrência da diferenciação e proliferação de células de musculatura lisa (CML), deposição de matriz extracelular e prejuízo do endotélio adjacente. A neo-intima pode ser prevenida pela utilização de óxido nítrico (NO), o qual promove a inibição da proliferação de CML e, sobretudo pela sua capacidade de potencializar a endotelização. Assim, torna-se óbvio o uso terapêutico do NO, contudo, tal estratégia torna-se limitada devido a sua baixa meia-vida e a sua alta reatividade química. Um dos principais objetivos de nosso grupo de pesquisa interdisciplinar é desenvolver e avaliar sistemas de liberação controlada de NO. Dentro desta proposta, visamos avaliar o efeito biológico do NO imobilizados em xerogel e aço cirúrgico 316L, que apresentam menor risco toxicológico e maior eficácia anti-proliferativa e migratória da célula muscular lisa (RASM), e maior viabilidade e funcionalidade em células endoteliais umbilicais humanas (HUVECs) para viabilizar os ensaios pré-clínicos. Tais determinações serão avaliadas em relação à atividade biológica dos doadores de NO por meio da análise de proliferação, migração, análise do citoesqueleto bem como a expressão e atividade de marcadores moleculares de inflamação e morte celular. A partir dessas avaliações poderemos selecionar e sugerir o mecanismo de ação dos complexos doadores de NO imobilizados ou não. Este projeto está vinculado ao Projeto Temático intitulado: "Química, fotoquímica e aplicações biológicas de complexos de rutênio com óxido nítrico e assemelhados. De solução a materiais". Dentro desta proposta, visamos avaliar o efeito biológico do NO imobilizados em xerogel e aço cirúrgico 316L, que apresentam menor risco toxicológico e maior eficácia anti-proliferativa e migratória da célula muscular lisa (RASM), e maior viabilidade e funcionalidade em células endoteliais umbilicais humanas (HUVECs) para viabilizar os ensaios pré-clínicos. Tais determinações serão avaliadas em relação à atividade biológica dos doadores de NO por meio da análise de proliferação, migração, análise do citoesqueleto bem como a expressão e atividade de marcadores moleculares de inflamação e morte celular. A partir dessas avaliações poderemos selecionar e sugerir o mecanismo de ação dos complexos doadores de NO imobilizados ou não. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DORO, F. G.; RAMOS, A. P.; SCHNEIDER, J. F.; RODRIGUES-FILHO, U. P.; VEIGA, M. A. M. S.; YANO, C. L.; NEGRETI, A.; KRIEGER, M. H.; TFOUNI, E.. Deposition of organic-inorganic hybrid coatings over 316L surgical stainless steel and evaluation on vascular cells. Canadian Journal of Chemistry, v. 92, n. 10, p. 987-995, . (11/07376-0, 10/10674-0, 06/53266-4, 03/09578-3)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas utilizando este formulário.