Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização das propriedades fotoquímicas da violaceína

Processo: 05/03246-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de novembro de 2005
Vigência (Término): 31 de outubro de 2006
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Biofísica
Pesquisador responsável:Iseli Lourenço Nantes Cardoso
Beneficiário:Juliana Mafra Machado Nunweiler
Instituição-sede: Pró-Reitoria de Pesquisa, Pós-Graduação e Extensão e Assuntos Comunitários. Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Mogi das Cruzes , SP, Brasil
Assunto(s):Fotoquímica   Fotofísica   Citocromos c   Violaceína   Terapia fotodinâmica   Ressonância paramagnética eletrônica

Resumo

Estudos prévios já publicados demonstraram claramente o potencial citotóxico do estado fundamental de violaceína, livre ou na forma de complexos com alfa-ciclodextrina, em ambos os casos, decorrente de sua capacidade de induzir apoptose. Além dos efeitos antitumorais, a violaceína apresenta ainda outros efeitos importantes tais como propriedades antibióticas e antichagásicas, antiparasitária e antiulcerogênicas. Violaceína possui também fraca atividade antiviral. Por outro lado, são parcos os dados da literatura sobre as propriedades do estado excitado deste corante e nenhum dado existe sobre seu potencial citotóxico neste estado eletrônico. Neste projeto, propomos fazer a caracterização das propriedades fotoquímicas e fotofísicas da violaceína para avaliar seu potencial de uso em terapia fotodinâmica. Para tanto, serão investigadas propriedades fotoquímicas e fotofísicas da violaceína influenciadas pelo estado de agregação, polaridade do meio, pH, força iônica e presença de interfaces carregadas tais como micelas e lipossomos. O comportamento fotoquímico/fotofísico da violaceína, em diferentes meios, será caracterizado por espectroscopia UV-visível e de fluorescência do corante em diferentes meios antes e após irradiação com lâmpada halógena de 500 Watts, espectro de seu estado triplete determinado por flash fotólise, detecção da geração de oxigênio singlete por seu estado triplete determinada por detector de germânio e espectro de massa de seu(s) fotoproduto(s) após irradiação em diferentes meios.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)