Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos físico e fotoquímico de fenotiazinas sobre modelos de membrana e membranas mitocondriais

Processo: 07/07287-2
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2008
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2010
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Biofísica - Radiologia e Fotobiologia
Pesquisador responsável:Iseli Lourenço Nantes Cardoso
Beneficiário:Marcelo Buscariolli Domingues Borges
Instituição Sede: Pró-Reitoria de Pesquisa, Pós-Graduação e Extensão e Assuntos Comunitários. Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Mogi das Cruzes , SP, Brasil
Assunto(s):Lipossomos   Terapia fotodinâmica   Membranas mitocondriais   Fenotiazinas
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:cátion radical | Estado excitado triplete | Fenotiazinas | lipossomos | Membranas mitocondriais | Pdt | Fotoquímica em membranas

Resumo

As fenotiazinas são drogas utilizadas no tratamento das psicoses como a esquizofrenia. Os efeitos fotoquímicos dessas drogas ganharam interesse devido à ação fotossensibilizadora que os pacientes apresentavam com o uso do fármaco. A literatura também tem demonstrado efeitos pró-apoptóticos de fenotiazinas em células de linhagem tumoral, o que implicaria o uso potencial destas drogas no tratamento contra o câncer. Trabalhos publicados por nosso grupo de pesquisa caracterizaram o comportamento fotoquímico das fenotiazinas: tioridazina (TR), flufenazina (FP) e trifluorperazina (TFP), modulado pelo estado de agregação das drogas bem como os efeitos prooxidantes de seus derivados do tipo cátion radical, gerados fotoquimicamente, sobre membranas mitocondriais. Na ausência de membranas, temos observado que o cátion radical gerado é estabilizado nos agregados de fenotiazinas e pode até proteger citocromo c da ação deletéria da luz UV. No presente projeto, pretendemos caracterizar sistematicamente o comportamento fotoquímico do núcleo tiazínico (PHT) em comparação com TR, FP e TFP em modelos de membrana (lipossomos de diferentes composições) e nas membranas mitocondriais. O uso de lipossomos para este estudo dará suporte tanto para a compreensão dos efeitos do cátion radical de fenotiazinas sobre lipídios de membrana, como para o uso de lipossomos como carreadores dessas drogas. A caracterização fotoquímica envolverá: i) titulação de membranas lipossomais e de mitocôndrias com fenotiazinas para verificar possíveis alterações espectrais de absorbância e fluorescência que sejam sugestivas de agregação e mudança de ambiente; ii) em lipossomos, análise das alterações do espectro de absorção eletrônica UV-visível, durante a irradiação com luz UV em diferentes concentrações de droga, conforme definido no item anterior; iii) análise dos fotoprodutos por absorção eletrônica UV-visível, fluorescência, FTIR e espectrometria de massa; iv) em lipossomos contendo lipídeos insaturados e em membranas mitocondriais, caracterização dos produtos de oxidação lipídica (aldeídos reativos com o ácido tiobarbitúrico e peróxidos de lipídio) formados durante a irradiação com fenotiazinas na presença e na ausência de oxigênio molecular; v) Como um objetivo a longo prazo, pretende-se fazer medidas de EPR na presença de marcadores de spin para caracterizar alterações na organização lipídica e fluidez de membranas promovidas pelas drogas antes e após irradiação e medidas de EPR a 11 Kelvin para detectar o cátion radical derivado das fenotiazinas em membranas.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)