Busca avançada
Ano de início
Entree

Machado sob a perspectiva lingüística (Os neologismos por empréstimo nas crônicas machadianas no Diário do Rio de Janeiro de 1864 a 1866)

Processo: 09/07513-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2009
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2009
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Linguística - Teoria e Análise Lingüística
Pesquisador responsável:Maria Cecília Zanon
Beneficiário:Claudinéia de Souza Nunes
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Letras (FCL-ASSIS). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Assis. Assis , SP, Brasil

Resumo

O projeto de pesquisa proposto analisará as criações lexicais, mais especificamente os neologismos por empréstimo de origem francesa ou adaptados da língua francesa, empregados por Machado de Assis em suas crônicas no jornal "Diário do Rio de Janeiro", nos anos de 1864, 1865 e 1866. As análises demandadas pela pesquisa serão realizadas por intermédio dos livros que servirão de apoio para a reflexão no âmbito morfológico, semântico, histórico e sócio-cultural presentes nas lexias empregadas nas crônicas machadianas.Pretende-se, outrossim, verificar se esses neologismos por empréstimo mantêm as características morfológicas apresentadas pelas unidades lexicais da língua de origem. Tal percurso analítico terá por finalidade investigar as várias possibilidades de enriquecimento do vocábulo de uma língua e a contribuição deixada pelo autor, com vistas a sondar o contexto histórico da época, as relações entre a França e o país recém independente, o qual buscava se firmar, tendo como exemplo países que já haviam se tornado grandes potências, a exemplo de suas inovações.A pesquisa será orientada por pressupostos teóricos concernentes aos aspectos lingüísticos, metalingüísticos e históricos, a fim de observar a relação dos elementos lingüísticos presentes nas crônicas. Tenciona-se demonstrar a importância desses estrangeirismos que assim como a derivação e a composição, são responsáveis pelo surgimento de novas unidades lexicais, conforme esclarece-nos o lingüista Boléo. Segundo o Autor, "o estudo da importação de palavras, é um dos mais interessantes, quer sob o aspecto lingüístico, quer sob o ângulo histórico- cultural e, até mesmo psicológico, pois nos deixa ver bem as relações e permutas entre diversos povos, relações essas não só de caráter comercial, mais ainda, e principalmente, de natureza literária, artística e cultural, no amplo sentido da palavra." (apud ZANON, 2003, p. 38)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)