Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da porosidade e da fadiga térmica no comportamento viscoelástico de compósitos carbono/epóxi

Processo: 08/04560-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2008
Vigência (Término): 31 de março de 2010
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Aeroespacial
Pesquisador responsável:Michelle Leali Costa
Beneficiário:Erika Carolina Alves Santana
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia (FEG). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Guaratinguetá. Guaratinguetá , SP, Brasil
Assunto(s):Porosidade   Ensaios mecânicos   Fibra de carbono

Resumo

O desenvolvimento da tecnologia dos compósitos estruturais tem como uma de suas finalidades formar um conjunto de materiais que combine elevados valores de resistência mecânica e rigidez e baixa massa específica. Estes materiais têm mostrado um excelente potencial em aplicações aeroespaciais, devido às suas excelentes propriedades mecânicas como resistências à fratura, à fadiga, à tração e à compressão, bem como sua resistência à corrosão e à propagação de chamas. Hoje, empresas como a Boeing, Bombadier, Focker, Aerospatiale, EMBRAER e instituições de pesquisa como a NASA e a Delft (Holanda), já estão trabalhando com estes materiais em suas aeronaves, com reconhecidas vantagens em termos de ganho de peso e aumento de desempenho. Apesar da EMBRAER utilizar compósitos em praticamente 30% da estrutura de uma aeronave, esta empresa vem descartando laminados com elevado nível de porosidade (acima de 1%) devido ao receio destes compósitos apresentarem baixa resistência mecânica e, conseqüentemente, comprometer o desempenho estrutural. Devido a esse fato, está sendo proposto esse projeto de pesquisa que objetiva avaliar a influência da porosidade em algumas propriedades mecânicas de laminados carbono/epóxi e a conseqüente determinação de um novo limite aceitável de porosidade. Para este fim, durante o desenvolvimento deste projeto de pesquisa, amostras com diferentes níveis de porosidade, já fornecidas pela EMBRAER, serão avaliadas por ensaios dinâmico-mecânicos e por cisalhamento ILSS. Com o intuito de simular uma situação real a qual uma aeronave encontra-se disposta, estas amostras serão também submetidas a ciclagens térmicas variando a temperatura de -55°C a 80°C (fadiga térmica). Os resultados obtidos a partir dos ensaios anteriormente mencionados serão comparados antes e após esta ciclagem. Este projeto de pesquisa encontra-se vinculado a dois outros projetos da FAPESP que encontram-se em andamento: um projeto Jovem Pesquisador da FAPESP n° 05/54358-7 e outro projeto regular n° 08/00171-1.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)