Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação Postural Pós-Acidente Vascular Cerebral Através da Fotogrametria Digital

Processo: 08/02869-6
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2009
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2009
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fisioterapia e Terapia Ocupacional
Pesquisador responsável:João Eduardo de Araujo
Beneficiário:Thaís Silva Mucciaroni
Instituição Sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Fotogrametria   Acidente vascular cerebral
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Avaliação postural | Avc | Fotogrametria | Fisioterapia Neurofuncional

Resumo

O Acidente Vascular Cerebral (AVC) é clinicamente definido como uma disfunção neurológica aguda, de origem vascular, com ocorrência repentina ou pelo menos rápida, com sintomas e sinais correspondentes ao envolvimento de áreas focais no cérebro. A grande maioria de trabalhos encontrados na literatura, relacionados a reabilitação motora após o AVC, focam sua atenção nos membros superiores e inferiores e praticamente negligenciam a avaliação do tronco de pacientes com hemiparesia. Além de escalas, uma alternativa para avaliação quantitativa das assimetrias posturais é a fotogrametria digital, que pode ser combinada com softwares de análise e interpretação de imagens, como o SAPO (Software para Avaliação Postural). Entretanto, por ser uma ferramenta relativamente nova, existem poucos trabalhos publicados na literatura científica utilizando o SAPO como instrumento para a avaliação de alterações posturais em pacientes pós-AVC. Nesse sentido, o objetivo desse trabalho é avançar com o conhecimento relativo à presença de alterações posturais em pacientes pós-AVC. Verificar se a fotogrametria digital utilizando o SAPO como ferramenta de avaliação, pode ser uma ferramenta adequada para a detecção de alteração motora no tronco. Ainda, agrupar disfunções posturais em grupos característicos para tipos diferentes de disfunções motoras. Dessa maneira, participarão deste estudo, pacientes que sofreram AVC, não importando sua etiologia, que apresentem hemiparesia como seqüela motora e que estão sendo atendidos no Centro de Reabilitação do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto. Os pontos anatômicos marcados no paciente, para a avaliação após fotografia digital, serão pontos do protocolo SAPO. Para a realização da fotografia digital, será utilizada uma câmera fotográfica digital da marca Sony. A câmera será posicionada a três metros de distância do sujeito e a altura equivalente à metade da estatura do sujeito, para tanto, será também utilizado um tripé de apoio. As fotos serão realizadas no plano sagital direito e esquerdo e frontal anterior e posterior. As imagens serão transferidas a um microcomputador (IBM-PC) e as mesmas serão analisadas através do SAPO. As alterações posturais encontradas serão submetidas à análise estatística específica.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)