Busca avançada
Ano de início
Entree

O legado de fausto: a tragedia futurista de blade runner.

Processo: 04/14891-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2005
Vigência (Término): 31 de agosto de 2006
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Sociologia - Outras Sociologias Específicas
Pesquisador responsável:Célia Aparecida Ferreira Tolentino
Beneficiário:Lilian Victorino
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia e Ciências (FFC). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Marília. Marília , SP, Brasil
Assunto(s):Modernidade   Pós-modernidade   Tecnologia

Resumo

O presente Projeto pretende analisar o filme Blade Runner: o caçador de andróides (USA, 1982) de Ridley Scott. O objetivo central é o de investigar, a partir do filme, o debate modernidade/pós-modernidade, perceber as relações sociais desenhadas pelo filme, a lógica das relações entre humanos e os recentemente chamados pós-humanos e o que restou da modernidade nesta ficção científica. Tendo como horizonte uma perspectiva histórica, propomos pensar o que os anos 80 vislumbravam para o século XXI e como o filme retrata todo um campo do pensamento cultural e político de uma época. Uma das nossas hipóteses aponta para a conturbada situação mundial da guerra-fria interferindo de modo decisivo nas opções estéticas do diretor e em sua visão catastrófica de futuro, antecipando em duas décadas muitas das discussões atuais que envolvem produção material, meio-ambiente e novas subjetividades. Outro aspecto a ser analisado em profundidade é a recente discussão sobre o homem orgânico/pós-orgânico, ou seja, a tese de que a biotecnologia seria a lógica do humano do futuro, ultrapassando os limites clássicos da biologia. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)