Busca avançada
Ano de início
Entree

Papel do tecido adiposo perinodal mesenterico durante a resposta inflamatoria intestinal: alteracoes na producao de adipocitocinas, citocinas e na sobrevivencia celular.

Processo: 07/01000-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2007
Vigência (Término): 30 de junho de 2008
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia
Pesquisador responsável:Alessandra Gambero
Beneficiário:Simone Coghetto Acedo Batista
Instituição-sede: Pró-Reitoria Acadêmica. Universidade São Francisco (USF). Campus Bragança Paulista. Bragança Paulista , SP, Brasil
Assunto(s):Linfócitos   Citocinas   Linfonodos   Colite   Tecido adiposo   Imunofarmacologia   Adipocinas

Resumo

Adipocitocinas, como a leptina, adiponectina e TNF-alfa, são substâncias ativas liberadas pelo tecido adiposo e acredita-se que estas possuem a capacidade de modular o processo inflamatório modificando a produção de citocinas pelas células do sistema imunológico, bem como, alterando mecanismos de maturação ou apoptose das mesmas. Linfonodos são o principal local de proliferação e disseminação de linfócitos e apresentam-se envoltos e aderidos ao tecido adiposo perinodal. Durante a inflamação intestinal experimental ocorre uma alteração na produção de adipocitocinas pelo tecido adiposo perinodal mesentérico diferente do observado no tecido adiposo mesentérico. Deste modo, este projeto tem como objetivo estudar se durante a resposta inflamatória intestinal ocorre modificações na produção de citocinas e na expressão de fatores pró- e anti-apoptóticos nas células contidas nos linfonodos mesentéricos. Adicionalmente, pretende-se avaliar a capacidade de produção de citocinas e adipocitocinas após tratamento com drogas utilizadas na terapêutica da doença inflamatória intestinal.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)