Busca avançada
Ano de início
Entree

Textualização de discursos sobre um tema sociocientífico em livros didáticos: implicações para o ensino de ciências

Processo: 07/07559-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2008
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2009
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Educação - Tópicos Específicos de Educação
Pesquisador responsável:Henrique César da Silva
Beneficiário:Daliane Cristina Boveloni
Instituição-sede: Instituto de Geociências (IG). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Análise do discurso   Texto   Ensino de ciências   Livro didático

Resumo

Este projeto de IC faz parte uma pesquisa mais ampla que vem sendo desenvolvido por uma equipe formada por mais dois alunos de IC, uma mestranda e uma doutoranda do programa de pós-graduação em Ensino e História de Ciências da Terra (IG/Unicamp), cujo objetivo geral é o estudo discursivo de diferentes textualizações (verbais e não-verbais) de conhecimentos científico-tecnológicos, das relações que essas diferentes textualizações estabelecem entre si e das relações que estabelecem com o imaginário e as práticas de leitura escolar no âmbito da Educação em Ciências. A pesquisa relativa a este projeto de IC será orientada teórico-metodologicamente pela linha francesa da Análise de Discurso, que considera, entre outros aspectos: que os meios não são indiferentes aos sentidos, a não-transparência da linguagem, a não coincidência e relação unívoca entre discurso e texto, e a constituição dos sujeitos discursivos simultânea à constituição dos sentidos. Sentidos e sujeitos discursivos (posições) são produzidos em condições sócio-historicamente determinadas. Desta perspectiva derivam as noções centrais para análise: efeito-leitor, condições de produção e textualização. O objetivo central deste projeto de IC reside na análise da textualização de dois temas sociocientíficos (mudanças climáticas e aquecimento global), em livros didáticos de ciências e de geografia do ensino fundamental. As questões centrais desta pesquisa de IC são: 1) como livros didáticos do ensino fundamental têm textualizado discursos envolvendo esses temas? 2) que efeito-leitor de ciência se produz nesses processos de textualização, numa sociedade como a nossa? Um pressuposto de ensino desse trabalho reside na consideração da importância de se trabalhar no ensino de ciências não apenas os conteúdos mas, simultaneamente, os meios pelos quais temos acesso a esses conteúdos, trazendo a linguagem, e mais especificamente, o discurso para o primeiro plano. Trata-se de pensar a textualização escolar como parte de um processo mais amplo, complexo e heterogêneo de textualizações de conhecimentos em nossa sociedade. Daí a necessidade de uma análise que vá além da análise de conteúdos e que, numa perspectiva mais abrangente, compreendendo a circulação e o acesso ao conhecimento científico como parte de um processo sócio-historicamente mais amplo, nos permita obter subsídios para se trabalhar a formação do sujeito-leitor de ciência numa sociedade como a nossa, em que, cada vez mais, discursos produzidos em diferentes instâncias e por diferentes instituições textualizam, de maneiras diferentes, conhecimentos e valores relacionados à produção científico-tecnológica.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)