Busca avançada
Ano de início
Entree

Linguagem e Gênero: Uma análise sociolinguística da fala das minas

Processo: 10/09040-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2010
Vigência (Término): 31 de julho de 2011
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Linguística - Sociolinguística e Dialetologia
Pesquisador responsável:Anna Christina Bentes
Beneficiário:Clara Coelho Mangolin
Instituição-sede: Instituto de Estudos da Linguagem (IEL). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Mulheres   Periferia   Linguagem

Resumo

O campo dos estudos sobre a relação ente fala e gênero do falante atrai minha atenção por seucaráter pouco explorado no cenário nacional, bem como por estar intimamente ligado à questão dopapel das mulheres do ponto de vista sócio-histórico. No entanto, a meu ver, a mais importante motivação para esta pesquisa é a necessidade de abordar a produção de linguagem da mulher, não como uma fala em contraste com a fala dos homens, mas como uma fala marcada pela heterogeneidade, construindo-se a hipótese de que o principal fator social condicionante desta heterogeneidade seria o pertencimento das mulheres de um mesmo grupo social a diferentes faixas etárias.Esta pesquisa será realizada com o propósito de analisar, à luz da perspectiva sociolinguística,a linguagem de mulheres pertencentes às comunidades da periferia urbana de São Paulo e aomovimento hip-hop, as assim chamadas "minas".Nossos objetivos mais específicos são os de descrever características lingüísticas da fala demulheres da periferia consideradas protagonistas de movimentos sociais, considerando o nível lexical - neste caso, o emprego de gírias e expressões idiomáticas -, bem como traçar possíveis relações entre tais características e o fator etário.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)