Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos dos metodos de esterilizacao sobre a propriedade indutiva dos aloenxertos osseos.

Processo: 96/01885-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de maio de 1996
Vigência (Término): 30 de abril de 1997
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Cirurgia
Pesquisador responsável:Diogenes Laercio Rocha
Beneficiário:Camilo de Carvalho Jorgetti
Instituição-sede: Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HCFMUSP). Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Esterilização   Osso e ossos

Resumo

A utilização de autoenxertos ósseos têm possibilitado a obtenção de melhores resultados estéticos e funcionais em inúmeras situações relacionadas a Cirurgia Plástica e à Ortopedia. No entanto, por apresentarem restrições quanto à quantidade de osso disponível para a enxertia e por causarem certa morbidade à área doadora, acabam não sendo a melhor opção cm alguns casos, e quando isso ocorre lançamos mão de aloenxertos ósseos guardados em banco de ossos. Estes aloenxertos, para serem utilizados com chance de sucesso e sem risco de infecções, precisam ser conservados e esterilizados. O objetivo do nosso estudo é comparar o efeito de 3 métodos de esterelização - irradiação com raios gama, óxido de etileno e autoclave - na capacidade biológica e poder indutivo destes enxertos, utilizando ratos como modelo experimental. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)