Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise granulométrica da lama vermelha brasileira e avaliação do potencial de adsorção de suas frações para corantes têxteis

Processo: 09/10110-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2009
Vigência (Término): 30 de setembro de 2010
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Física - Física da Matéria Condensada
Pesquisador responsável:Maria Lúcia Pereira Antunes
Beneficiário:Ana Carolina Russo
Instituição-sede: Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus Experimental de Sorocaba. Sorocaba , SP, Brasil
Assunto(s):Lama vermelha   Caracterização estrutural

Resumo

No mundo contemporâneo, o alumínio é considerado um produto de grande importância econômica. A ele são dadas inúmeras aplicações em diversos setores industriais. A produção mundial de alumínio gera uma enorme quantidade de lama vermelha como resíduo industrial. Este resíduo representa um passivo ambiental importante para a indústria de beneficiamento de alumínio, devido aos riscos de contaminação do meio ambiente e aos custos de produção. Uma alternativa para os problemas causados pela enorme produção de lama vermelha é o desenvolvimento de tecnologias que visem a sua reutilização. A lama vermelha demonstra ter um grande potencial para adsorção, podendo ser utilizada como um adsorvedor de baixo custo para tratamento de efluentes líquidos e gasosos e em especial de efluentes têxteis. Neste contexto, foi criada pela pesquisadora responsável pelo presente projeto uma linha de pesquisa que visa investigar e conhecer as características da lama vermelha brasileira e suas propriedades de adsorção para corantes têxteis possibilitando conhecer o seu potencial para diferentes aplicações e propor novas tecnologias para o seu reaproveitamento (FAPESP - Proc. 2009/02374-0). Este projeto de Iniciação Cientifica contribuirá com informações adicionais a essa linha de pesquisa, a proposta é realizar uma análise granulométrica da lama vermelha gerada na região de Sorocaba (SP) e verificar se sua capacidade de adsorção para corantes têxteis se altera quando são utilizas diferentes frações de tamanho de grão da lama vermelha como adsorvedor.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)