Busca avançada
Ano de início
Entree

Aplicação de uma ferramenta tecnológica de Prontuário Eletrônico do Paciente (PEP) para a saúde auditiva

Processo: 10/06497-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2010
Vigência (Término): 30 de junho de 2011
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fonoaudiologia
Pesquisador responsável:Andréa Cintra Lopes
Beneficiário:Ewelyn Terezinha Leandro Rodrigues Domênico
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB). Universidade de São Paulo (USP). Bauru , SP, Brasil
Assunto(s):Audiologia   Registros eletrônicos de saúde   Audição   Sistemas computadorizados de registros médicos

Resumo

O desenvolvimento de novas tecnologias de informação e comunicação (NTICs) e dos suportes eletrônicos de dados trouxe novas oportunidades de acesso às informações que vem acarretando inúmeras mudanças na vida daqueles que direta ou indiretamente se utilizam delas. A Internet bem como, diversos outros aparatos eletrônicos/digitais (celular, Softwares, CD-ROM, etc) tornam-se cada vez mais presentes tanto no mundo dos negócios quanto nas relações interpessoais.Ter todas as informações de um paciente plenamente disponíveis eletronicamente é algo que há muito tempo vem sendo perseguido por instituições de saúde. O Prontuário Eletrônico do Paciente (PEP) se constitui como um dos principais bancos de dados para os Sistemas de Informação em Saúde (SIS) e tem como proposta unir em um único formato, os diferentes tipos de dados coletados com vários formatos, no suporte papel, em épocas diferentes, por diferentes profissionais de saúde e em diversos locais.Testar o uso do Prontuário Eletrônico do Paciente e analisar a contribuição do mesmo para o processo de Competência Informacional da equipe de saúde do Programa de Alta Complexidade em Saúde Auditiva juntamente com a Clínica de Fonoaudiologia da Faculdade de Odontoltogia de Bauru - FOB/USP. Trata-se de uma pesquisa metodológica, aplicada, que visa à aplicação de uma proposta de prontuário eletrônico que possa ser utilizado para a automação das informações da alta complexidade em Audiologia. O local será a Clínica de Fonoaudiologia do Departamento de Fonoaudiologia da FOB-USP que, com recursos de um projeto multicêntrico elaborou a proposta do PEP (CNPq processo nº 409613/2006-1). A metodologia será constituída por fases. Fase 1- Definição de Diretrizes: Formação de um núcleo que discutirá a aplicação, os protocolos e as diretrizes do PEP. Este núcleo será composto por pela pesquisadora Ewelyn Terezinha Leandro Rodrigues, Cibele Carmello Santos (mestranda), Andréa Cintra Lopes (orientadora) e Eliton Galeli (funcionário técnico-admnistrativo). Fase 2- Protocolos: Os protocolos foram elaborados de acordo com as recomendações da Portaria de Saúde Auditiva (Portaria SAS 587 de 2004). Será investigada a necessidade de modificações ou adequações nos protocolos existentes. Fase 3- Criação do PEP O sistema adquirido foi adaptado as necessidades do grupo de pesquisa a partir de módulos, ou seja: Cadastro/registro de identificação, Informação do Serviço Social, Informação médica (ORL), Informação da Psicologia, Informação do diagnóstico audiológico, Informação da amplificação, Informação da reabilitação,Relatórios.Fase 4- Processo de Implantação: Será realizada na Clínica de Fonoaudiologia da FOB. Será inserido os prontuários em papel para o formato eletrônico, a partir desta validação será iniciado o processo progressivo de implantação nos demais clínicas do Curso de fonoaudiologia da FOB-USP.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)